28jul2016-josefina-zapata-paciente-que-sofre-de-psicose-e-epilepsia-esta-sem-os-medicamentos-necessarios-no-hospital-psiquiatrico-el-pampero-em-barquisimeto-venezuela-1475602554300_615x300

Doentes mentais possuem surtos horríveis por não terem remédios na Venezuela

 

A Venezuela passa por uma crise econômica, política e social terrível em virtude do governo socialista de Nicolás Maduro. O ditador enfiou o povo em uma deterioração social tão profunda que hoje o país não tem qualquer condição de sobreviver.

Segundo o New York Times, um problema recorrente tem sido a falta de remédios, o que inclui também os medicamentos para tratar pacientes psiquiátricos. Praticamente todos os hospitais do país estão sem remédios para esquizofrenia, o que significa que além da fome e das mazelas de viver sob uma ditadura violenta, os venezuelanos também precisam lidar com surtos de pacientes mais graves de doenças mentais.

 

Evila Garcia, enfermeira-chefe do hospital El Pampero, conversa com Emeregildo Aranguren, paciente que sofre de esquizofrenia

“A maioria dos medicamentos essenciais não está disponível”, disse Robert Lespinasse, um ex-presidente da Sociedade Venezuelana de Psiquiatria. “É como estar impotente.”

De acordo com os jornalistas do NYT, no Hospital El Pampero ecoavam os gritos de Emiliana Rodriguez, uma paciente esquizofrênica. Ela tinha pouco alimento e não tinha o remédio para seu glaucoma, o que a deixava quase incapaz de enxergar. Ela mal era capaz de reconhecer as pessoas ao seu redor, exceto por um instante.

“Não sou louca”, ela disse. “Estou com fome.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s