Ativista brasileiro ligado ao PSOL é preso na Ucrânia por terrorismo

O brasileiro Rafael Marques Lusvarghi, de 31 anos, foi preso na quinta-feira (6) no Aeroporto Internacional de Borispol. De acordo com a nota do Serviço de Segurança da Ucrânia, Lusvarghi foi preso no aeroporto quando entrava no país. Ele foi detido por agentes do Serviço de Segurança da Ucrânia e do Serviço de Fronteiras do Estado.

Ainda de acordo com a nota, com Lusvarghi foram encontrados passaporte estrangeiro, uma medalha por serviços de combate e e um laptop que tem uma conversa com representantes de grupos terroristas. Rafael foi do Brasil para a Ucrânia para atuar nas forças armadas ao lado da Rússia, a serviço dos interesse de Vladimir Putin.

Lusvarghi ficou conhecido no Brasil em 2014, durante protestos organizados contra a Copa do Mundo. De acordo com o G1, o mesmo chegou a passar 45 dias preso em São Paulo por incitação a violência e vandalismo. Informações que circulam em alguns sites apontam que ele esteve envolvido com o PSOL no Brasil.

Nossa equipe apurou e realmente existem conexões. Em agosto de 2014, o candidato do PSOL ao governo de São Paulo, Gilberto Maringoni, citou o nome de Rafael em uma crítica feita por conta das prisões de manifestantes que participaram de atos violentos organizados pelo partido. No site de Toninho Vespoli, que é vereador pelo PSOL em São Paulo, Rafael também é mencionado como um dos envolvidos nos protestos contra a Copa do Mundo.

Anúncios

17 comentários sobre “Ativista brasileiro ligado ao PSOL é preso na Ucrânia por terrorismo

  1. Ativista?! Esse é o nome dado a terroristas hoje em dia? Fidel Castro, Che Guevara, Dilma Rousseff são ”ativistas” agora pelo jeito também.
    Daqui a pouco estarão chamando os integrantes do Estado Islâmico igualmente de ativistas…. esse país de fato vive uma inversão de valores

    1. Cono em um comentário abaixo, para sua informação: “Ele nunca foi ligado ao PSOL, seus mentirosos… ele apenas foi em uma manifestação.
      Ele era filiado ao PSDB e apoiava o Bolsonaro em algumas ocasiões, ele é antimodernista e antilibertário, não curte nem de longe o ideário do PSOL”

    2. Gente, acordem para cuspir. É coisa de tapado acreditar em qualquer bobagem escrita na internet. O cara foi PM e oficial da polícia militar. Desde quando policial é Black Block é ‘ligado’ ao PSOL?

      O ‘jornalismo’ desse site é de araque. Jornalista de verdade tem até vergonha de um site desse. Cadê o link para a fonte do Gilberto Maringoni dizendo que o sujeito é ‘ligado’ a alguma coisa?

  2. Ele nunca foi ligado ao PSOL, seus mentirosos… ele apenas foi em uma manifestação.
    Ele era filiado ao PSDB e apoiava o Bolsonaro em algumas ocasiões, ele é antimodernista e antilibertário, não curte nem de longe o ideário do PSOL lixão.

  3. Espero que os Ucranianos, lhe dispensem um “tratamento vip e personalizado” , com uma prisão perpetua. Espero que ele ainda tenha aquele saiote que usou nos protestos anti copa, vai precisar.

  4. ……..engraçado, quando os fatos atingem um dos seus, os PSOL/TRALHAS afirmam -tratar-se de injustiça, que não é nenhum deles, nem sabem que é o ” dito cujo “…….. essa ladainha é por demais conhecida………que essa figura fique curtindo uma cadeiazinha e traga depois seus novos conhecimentos no que diz respeito a manifestações, agitações, etc….etc…

  5. Acabo de realizar uma consulta no Filiaweb (sistema de filiação partidária) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o nome de “Rafael Marques Lusvarghi”, natural de Jundiaí, não consta nos registros de filiação junto ao PSOL.
    Portanto esta informação É FALSA. Não é de se esperar, que páginas com atitudes fascistas tentem a qualquer custo denegrir a imagem dos que repudiam este tipo de conduta. Recomendo que você apague este post, para que se evite propagar este tipo de mentira. Caso julgar necessário, você pode realizar as buscas de qualquer filiado a partidos políticos por este link: http://www.tse.jus.br/partidos/filiacao-partidaria/filiaweb

  6. Gente, acordem para cuspir. É coisa de tapado acreditar em qualquer bobagem escrita na internet. O cara foi PM e oficial da polícia militar. Desde quando policial é Black Block é ‘ligado’ ao PSOL?

    O ‘jornalismo’ desse site é de araque. Jornalista de verdade tem até vergonha de um site desse. Cadê o link para a fonte do Gilberto Maringoni dizendo que o sujeito é ‘ligado’ a alguma coisa?

Deixe uma resposta