Motim interno? Petistas se queixam de Lula e pedem renovação na cúpula do partido

Após as grandes derrotas sofridas pelo Partido dos Trabalhadores no impeachment e no primeiro turno das eleições municipais, surgiu o que pode ser o princípio de um racha no partido. Segundo aponta o jornalista Josias de Souza, petistas acusam Lula de retardar a renovação da direção partidária. O motim contra o chefe máximo da organização começa a ganhar força, em um movimento de contestação inédito no partido.

Os dissidentes querem antecipar a convenção partidária marcada para dezembro de 2017 para o início do ano, já que o evento será palco da escolha dos novos dirigentes. Os divergentes também reivindicam também o fim do processo de eleições diretas, alegando que este modelo favorece a corrente majoritária de Lula, Construindo um Brasil Novo.

Outros revoltados reclamam de Jacques Wagner e Lindbergh Farias, nomes apontados como possíveis escolhas de Lula para a sucessão de Rui Falcão na presidência do partido. O fato de estarem enrolados na Operação Lava Jato pode desgastar ainda mais o partido, que quase foi varrido dos municípios nas últimas eleições.

As críticas a Lula vem em um momento que o partido enfrenta seu pior momento: até então, o PT apostava em sobreviver até 2018 apostando na narrativa do golpe e acusando o presidente Temer de extinguir direitos dos trabalhadores com o apoio de forças como PSDB, DEM e PPS. No entanto, estes partidos se saíram bem nas urnas, ao passo em que o PT foi dizimado. Isso mostra não só que a tese do golpe e dos direitos não convenceu o eleitor, mas também indica que a opinião pública quer a punição para a legenda. Por conta disso, correligionários estão culpando Lula pelas escolhas feitas até agora, já que daqui em diante, o partido terá que enfrentar essas questões sem dispor de argumentos.

Anúncios

10 comentários sobre “Motim interno? Petistas se queixam de Lula e pedem renovação na cúpula do partido

  1. É dificílimo, mas quem sabe ressurge daí o verdadeiro PT, aquele do início dos anos 80? Com novo comando, novas cabeças e idéias distintas das atuais. Fica a torcida !!!

    1. Não vejo no PT , alguém sério para comandar o partido ou coisa alguma, petistas são todos iguais , um bando de salteadores , falsos ,e mentirosos . Qualquer político do bem não permaneceria nesse partido !

    2. Eu adoraria poder acalentar a ideia de rever o PT dos anos 80, mas com o desenrolar da história e os posicionamentos do partido até agora, não vejo esperança,. O PT criou uma geração de fanáticos malucos e ávidos por conflito, que não respeitam a voz da discordância, alias respeito é uma característica que eles não tem, alimentados por uma doutrina fantasiosa e discursos inflamados de suas lideranças medíocres, que a muito tempo distanciou-se dos ideias do partido em sua origem para servir apenas ao interesse de poder pelo poder a qualquer custo.

  2. São uma cambada de marginais Levandoski, Gleissi, Toffoli, Lindbergh, e todos os petistas e seus aliados e seu chefe maior Lula São a escória do Brasil, saiam do Brasil não voltem mais o Brasil não precisa de gente igual vocês dá nojo .

  3. O Brasil para ser passado a limpo era colocar todos os Petistas e seus aliados PSOL, rede, PCB E OUTROS, todos Políticos antigos que roubaram o povo brasileiro, juízes ministros envolvidos toda banda podre, COLOCAR NO PAREDÃO E METRALHAR TODOS ESSA RAÇA DE LADRÃO O MELHOR PARA O BRASIL SÃO TODOS MORTOS NINGUÉM MERECE PERDÃO.

Deixe uma resposta