Mino Carta e Paulo Henrique Amorim espalham discursos de ódio na Praça São Salvador, no Rio

Ontem a extrema-esquerda se reuniu na Praça Salvador, no Rio de Janeiro, em mais um ato pró-PT. Em meio a aplausos, um vídeo publicado no Twitter por Paulo Henrique Amorim mostra Mino Carta, dono do site petista Carta Capital, sendo ovacionado pelas poucas pessoas lá presentes.

O blogueiro Amorim, que já é um recordista em condenações judiciais por calúnias e crimes de ódio, não perdeu a oportunidade de publicar em seu Twitter mais uma ameaça contra o povo brasileiro. Em um tuíte feito pouco após às 19 horas de ontem, 6, o blogueiro escreveu uma frase de Mino Carta na qual o mesmo diz que será necessário “derramar sangue” para atingir seus objetivos.

3442

Aparentemente, ser condenado diversas vezes por mentiras e comentários racistas não foram lição suficiente ao blogueiro. Vai ver ele não se preocupa muito em perder processos por ser financiado justamente por quem defende.

Anúncios

7 comentários sobre “Mino Carta e Paulo Henrique Amorim espalham discursos de ódio na Praça São Salvador, no Rio

  1. sujeito culto, inteligente e bem quisto por todos. Mas depois que Dilmona ,Lulalau começaram a dançar, ele mostrou sua verdadeira fuça..comunista de merda um tremendo bosta. Que ele se lasque!!!!!!!

  2. Estou estarrecido e estupefato com essas posições esquerdista do PAULO HENRIQUE AMORIM ! Qdo morava no Brasil , esse Jornalista era para mim , um exemplo de Profissional , bem focado em seu trabalho .
    Eu jamais iria acreditar , nessa grande transformação de Carácter, e Personalidade, desviada para um caminho de destruição moral e intelectual , apoiando essa facção ,ou Quadrilha , ( como queiram chamar )do PT , liderada por esse Crápula indesejável chamado LULA DA SILVA …!!!!
    DEUS salve a nossa Nação ….!!!

  3. Estimados amigos: A Democracia tem seu Principal Fundamento no Desacordo de Idéias ,e A Verdade,em regra,é encontrada na Coordenação dos Argumentos e Fatos Opostos,assim sendo: Carta Capital deverá ser preservada,sob pena da nação se tornar uma “Autocracia”,vale dizer: Sem manifestações contrárias: Restará o que para se discutir ?, ” A Discussão franca e honesta é o Início do Progresso e do Desenvolvimento” . O que foi usurpado da Nação Brasileira é “Crime Comum e de Responsabilidade” e não de Opinião Jornalística.
    Angelo Poci II

Deixe uma resposta