Milicianos petistas tentaram interromper sessão que vota a PEC anti-pedaladas e foram tirados pelos seguranças

Um grupo de milicianos petistas tentaram interromper a sessão da Câmara dos Deputados que discute e vota, nesta tarde, a PEC 241, anti-pedaladas fiscais. Os baderneiros interromperam a fala do deputado Carlos Marum, PMDB-MS, chamando-o de golpista e gritando palavras de baixo calão.

O objetivo dos militantes era instaurar confusão e atrasar ainda mais a votação, fazendo com que a sessão fosse encerrada ou suspensa. Contudo, não deu certo. O presidente da casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ordenou que a segurança removesse os baderneiros e deu continuidade aos trabalhos.

Veja os dois vídeos abaixo:

Anúncios

Deixe uma resposta