Contra a campanha de Temer, parlamentares petistas querem representar no MPF

De acordo com o senador petista Lindbergh Farias, campanha “Vamos tirar o Brasil do vermelho” é criminosa e precisa parar de ser veiculada por conter “mensagem subliminar”. Na opinião do senador e de seus aliados, há crime eleitoral na mensagem passada pela campanha, uma vez que ainda há segundo turno em algumas cidades.

A declaração, naturalmente, foi tratada como piada pela maioria, uma vez que o PT está praticamente fora do pleito na esmagadora maioria dos municípios. Se a preocupação de Lindbergh é com uma possível rejeição dos partidos ‘vermelhos’, talvez seja hora de acordar e ver o que aconteceu no último domingo, antes de a campanha ser publicada.

A verdade é que os petistas não estão mesmo conseguindo lidar com uma bem sucedida tacada de marketing do presidente, mesmo porque o partido passou muitos anos sem enfrentar quase nenhuma oposição no país. Analistas dizem que o PT não sabe mais o que é ser oposição e que seus políticos estão mal acostumados.

Anúncios

Um comentário sobre “Contra a campanha de Temer, parlamentares petistas querem representar no MPF

  1. o pt esqueceu de que nada dura para sempre-e distraido ou super confiante -foi vitima do seu proprio veneno-a soberba- o orgulho a arrogancia- e substimou q existe ainda uma coisa -no Brasil-chamada verdade- a verdade e a mais letal das armas contra gente tipo petistas-

Deixe uma resposta