Requião Filho pagou os pecados do pai

No último domingo, dada as derrotas sofridas pelo PT e seus aliados, um nome acabou passando totalmente despercebido nos noticiários: Requião Filho, que foi candidato a prefeito em Curitiba, capital do Paraná.

O jovem, que é do PMDB, é filho do senador Roberto Requião, do mesmo partido. Ele ficou na 5ª posição no pleito. Foi um dos piores desempenhos do partido nas capitais, e muito disso se deve a atuação do senador em defesa do PT no Congresso. Requião, o pai, apoiou Dilma Rousseff até o fim, sendo ele e Kátia Abreu os únicos membros do partido que votaram contra o impeachment.

Os 5,6% recebidos por Requião Filho foram uma resposta das urnas. O povo não perdoou o apoio que a família deu ao projeto totalitário do PT.

Anúncios

9 comentários sobre “Requião Filho pagou os pecados do pai

  1. Acho que não devia ser assim, o filho não pode pagar pelos erros do pai, é o caso da filha do Fernandinho Beira-Mar, acho que a moça deveria ser respeitada como ser humano é não pelo pai. Infelizmente o mundo é assim, principalmente no Brasil.

  2. Oi……
    Más Requião não garantiu que o filho se elegia??????
    Assim como garantiu que no senado tinha 31 votos a favor da dilma????
    Essa bola de cristal dele deve estar EMBAÇADA.

  3. Um filho não abandona o pai, um pai não abandona o filho logo, se o Requião filho tivesse que votar no lugar do pai certamente votaria contra o impeachment para agradar o pai, então tem que pagar sim, essa limpeza que nós fizemos pelo Brasil afora retirando petistas foi nosso troco a quem nos traiu, é um absurdo um senador ver a situação em que se encontra nosso País e ainda votar pela permanência daquela incompetente no poder, e ainda mais sabendo do projeto de poder do PT e da organização instituída por eles para saquear nosso suado dinheirinho.

  4. Pessoas que defendem bagunça é destruição de bens alheios devem ser banidos da sociedade pela opinião pública ,o voto é a justiça maior.

Deixe uma resposta