Maduro, Gleisi Hoffmann e Hugo Chávez na lista da Odebrecht

Segundo Fernando Migliaccio, que delatou parte do esquema da Odebrecht, Nicolás Maduro e Hugo Chávez podem ter sido eleitos na Venezuela com dinheiro público brasileiro, obviamente desviado do esquema na Petrobrás. Fernando é chefe do “setor de propinas” da Odebrecht, e ele também delatou Gleisi Hoffmann, a senadora petista, que teria recebido dinheiro para sua campanha ao Senado Federal em 2010.

Migliaccio alegou que o marqueteiro de campanha de Gleisi, que é provavelmente Oliveiros Domingos Marques Neto, dono da Sotaque Brasil, recebeu propina a mando direto de Marcelo Odebrecht, que teria atendido a pedidos de Lula.

Já o caso das propinas enviadas aos ditadores venezuelanos é outro. Com eles o acordo envolvia diretamente as obras pagas com recursos da Petrobrás e do BNDES no país vizinho.

Anúncios

5 comentários sobre “Maduro, Gleisi Hoffmann e Hugo Chávez na lista da Odebrecht

  1. Junte é por isso que o Brasil está nessa crise. Levaram o dinheiro daqui para financiar terrorista. tem que por na cadeia os responsáveis e confiava todos os seus bens desinchar sem nada só assim será feito justiça. Cadeia já.

  2. Jente é por isso que o Brasil está n
    essa crise. Levaram o dinheiro daqui para financiar terrorista. tem que por na cadeia os responsáveis e confiava todos os seus bens desinchar sem nada só assim será feito justiça. Cadeia já.

  3. Meu Deus…como essa senadora è cara d pau….propineira, corrupta, desavergonhada, ainda tem coragem de aparecer na TV, se fazendo d vítima, insistindo naquela teoria de conspiração, que eu nem digo essa palavra mais aqui, pq ela dói nos tímpanos, de tanto que esses canalhas repetem…sua hora ta chegando, gleisy, a cadeia t espera, assim como o chefe de todo o saque feito no Brasil!! Vou comemorar sua prisão mais do que prêmio da mega sena!! Va de retro, salafraria!!

Deixe uma resposta