Em Curitiba, PDT e PT levam surra eleitoral

O atual prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), surpreendeu ao ficar apenas com a terceira colocação na capital paranaense. Ele, que apoiou Dilma e Lula e que foi contra o impeachment da petista, acabou atingindo alta rejeição na cidade. Com 20% dos votos, ficou de fora do segundo turno, que será disputado por Rafael Greca (PMN) e Ney Leprevost (PSD).

O candidato do PT na capital foi Tadeu Veneri, aquele que é afilhado político de Gleisi Hoffmann e que há alguns meses agrediu uma mulher em plena Assembleia Legislativa. O candidato ficou em 6º lugar,  com apnas 4,28% dos votos.

Anúncios

2 comentários sobre “Em Curitiba, PDT e PT levam surra eleitoral

  1. Muito me agradou a decisão da população brasileira, o PT e todos que o apoiaram se deram mau, foram todos jogados para o escanteio pelos eleitores brasileiros, aqueles que realmente tem a força.

Deixe uma resposta