Base de Temer se fortalece nas eleições enquanto totalitarismo petista perde espaço

Os petistas disseram que a resposta viria nas urnas, e veio. O partido elegeu pouquíssimos candidatos, e em algumas importantes cidades nem mesmo conseguiu eleger vereadores. Aliás, não só o PT, mas também suas linhas auxiliares. REDE e PCdoB principalmente saíram perdendo e feio.

Apenas para se ter uma ideia, além da épica derrota de Haddad em São Paulo, Carina Vitral (PCdoB) fez apenas 6,6% dos votos em Santos. No Rio, Jandira Feghali foi a última colocada no pleito. Em Florianópolis, Angela Albino, também do PCdoB, amargou a 5ª colocação após uma campanha repleta de apoio ao PT.

O PMDB, por outro lado, bem como seus principais aliados, foi na direção oposta. Além de eleger ou garantir o segundo turno em praticamente todas as principais cidades, a base de Temer também elegeu a maioria nas casas legislativas. Isso quer dizer que o povo realmente respondeu nas urnas contra o golpe petista.

Anúncios

2 comentários sobre “Base de Temer se fortalece nas eleições enquanto totalitarismo petista perde espaço

Deixe uma resposta