Petistas causaram tumulto durante votação de Dilma em Porto Alegre

A ex-presidente Dilma Rousseff, que agora reside em Porto Alegre, foi votar no início desta tarde no colégio estadual Santos Dumont, localizado na Vila Assunção, zona sul da cidade. Militantes petistas a aguardavam para declarar apoio.

Como de praxe, houve confusão, bate-boca e, é claro, agressões. O tumulto acabou resultando em alguns indivíduos presos pela polícia, além de uma porta de vidro do colégio que acabou quebrada.

A causa do tumulto, segundo informações da polícia, é que o PT teria chamado repórteres para cobrir o voto de Dilma, de modo a tentar aproveitar a oportunidade de maneira política para beneficiar Raul Pont, que é candidato a prefeito em Porto Alegre. Contudo, Dilma não é mais presidente, nem mesmo é política. Por se tratar de uma cidadã comum, a polícia não poderia autorizar a entrada da imprensa no local.

Petistas, como de costume, não aceitaram muito bem. Acabaram causando baderna no local e empurra-empurra.

Anúncios

Um comentário sobre “Petistas causaram tumulto durante votação de Dilma em Porto Alegre

Deixe uma resposta