Idealizadora de reforma do ensino médio desmascara mentiras de Faustão

Conforme a Veja, a professora Maria Helena Guimarães de Castro, 70 anos – com sólida experiência na área da educação -, teve apoio de uma equipe técnica para desenhar a reforma do ensino médio que o governo Temer implementou por meio de uma medida provisória.

Sobre as mentiras ditas por Faustão no último domingo – o apresentador disse que foi uma decisão de “cinco gatos-pingados que não sabem p… nenhuma” -, ela afirmou: “O Faustão deu uma mostra de ignorância e grosseria da pior espécie. Claramente não sabe do que está falando, não leu nada e saiu por aí difundindo inverdades. Esta reforma não é obra de uns gatos-pingados. Não é uma ideia ao acaso. Ela vem sendo discutida há duas décadas no Brasil, independentemente de governos e partidos, porque o modelo em vigor é um fracasso.”

Sobre a necessidade de estabelecer uma medida provisória, ela afirmou: “Por uma questão de urgência mesmo. Um projeto de lei que propõe a reforma se arrasta desde 2013 no Congresso e está parado. Enquanto o tempo passa, os jovens ficam enredados em um sistema de péssima qualidade, reconhecido como um dos piores do planeta. A meu ver, a relevância do assunto justifica a medida provisória.”

Sobre o fato do assunto ter ficado parado tanto tempo no Congresso, ela esclarece: “Porque a reforma mexe em vários vespeiros. Corporações de professores temem perder direitos adquiridos. Há uma indústria gigantesca para preparar os jovens para o Enem, passaporte para a universidade que se baseia no atual modelo de ensino médio. São forças que se fazem representar no Congresso. E pesa ainda um fator político. Parlamentares podem entender que encampar tal proposta não é tão vantajoso do ponto de vista eleitoral.”

Sobre as críticas, ela segue: “A resistência a mudanças é da natureza humana, mas no Brasil, e no caso específico da educação, é muito pior. O que estamos propondo — a flexibilização de uma parte do tempo do jovem na escola — bate de frente com uma ideia incrustada no caldo cultural da academia brasileira, que reverbera por toda a sociedade. É a ideia de que todo mundo tem direito ao mesmo ensino, independentemente de classe social, cor, credo. Esse discurso soa inclusivo, mas trata-­se aqui de um pseu­doigualitarismo. Na verdade, engessar os jovens no mesmo modelo cria uma grande desigualdade, cria uma das maiores desigualdades do mundo.”

A reforma luta contra o estabelecimento proposital da desigualdade, como diz a eduadora: “Uma parcela importante dos jovens fica pelo caminho, sem chance nenhuma de um bom futuro. Metade dos que ingressam no ensino médio não se forma. Menos de 20% deles vão para a universidade. Um batalhão entre 15 e 17 anos está fora da escola. O que o Brasil pratica com seu modelo monolítico, único no mundo, é a igualdade da mediocridade. O sistema atual não abre caminhos diferentes para pessoas de capacidades e ambições diferentes. Ele fecha portas. Muita gente não entendeu que, ao propor trajetórias diversas dentro da escola, a reforma defende justamente a igualdade de oportunidades.”

Anúncios

45 comentários sobre “Idealizadora de reforma do ensino médio desmascara mentiras de Faustão

  1. Reforma não só do ensino médio mas o ensino como um todo.
    Vemos crianças sendo aprovadas a toque de caixa, com raras exceções. Moro em zonarural e vejo a dificuldade das crianças cujos pais nem ensino fundamental concluíram tendo como prioridade a sazonalidade da agricultura, faltando às aulas quando querem pois ensino obrigatório não faz parte do calendário rural.

    1. Não concordo! O povo ignorante é que gosta de porcarias, exemplos em que não faltam. A emissora Globo deveria ter mais responsabilidade e oportunidades o governo de se defender dos ataquns de seu funcionário arbitrário e irresponsável. É o mínimo para reparar o dano!

  2. faustão, co letra minúscula,´é isso que ele merece.
    Esse retardo. não sei como está nesse programa ainda. Não entendo como alguém o contrata com um salário desses, é uma vergonha nacional.
    Esse cara só fala bobagens. é um inútil. um que não entende nada de educação, e quer meter o bedelho. Faustão, vai se catar.

  3. Deveriam sim, em primeiríssimo lugar, realizar uma reforma no ensino fundamental onde a progressão continuada tem feito com que alu os cheguem ao ensino médio sem nenhum preparo. O que mudar no ensino médio em relação a disciplinas se o aluno continua o mesmo? Desculpa, mas os fundos na educação é que são o foco nessa reforma.

  4. Faustão é o maior exemplo de inteligência da raça humana né? Aquele ex gordo safado é pau mandado da Globosat e quer ficar de onda falando merda… VTNC Faustão

  5. Gente,foram precizos vinte anos para se discutir a reforma do ensino médio educacional e,ainda irão dizer que esta faltando alguma coisa.
    É por estas e outras coisas que o Brasil vive o que estamos vendo acontecer.Espero que esta reforma educacional,não fique só no papel,que os professores tenham mais qualificaçao profissional,e incentivos para continuar sua ardua missão de ensinar pois é ensinando que se aprende a ensinar.

  6. Faustão, talvez você seja a pessoa certa pra falar sobre educação, pois você não teve isso é não sabe nada sobre ensino. Você é o que de pior existe na televisão brasileira hoje, você enoja, então fique quietinho no seu canto aí

  7. Faustão está certo. Pelo menos NUMA COISA tenho propriedade para falar que ela está MENTINDO e descaradmente:
    “O que estamos propondo — a flexibilização de uma parte do tempo do jovem na escola — bate de frente com uma ideia incrustada no caldo cultural da academia brasileira, que reverbera por toda a sociedade. É a ideia de que todo mundo tem direito ao mesmo ensino, independentemente de classe social, cor, credo. Esse discurso soa inclusivo, mas trata-­se aqui de um pseu­doigualitarismo. Na verdade, engessar os jovens no mesmo modelo cria uma grande desigualdade, cria uma das maiores desigualdades do mundo.”
    Ela diz que a reforma é isnpirada na reforma coreana. MENTIRA. Não tem NADA A VER, pq isso eu epsquisei e o que ela afirma nesse trecho demosntra isso CLARAMENTE, pq não existe NADA mais contrário ao modelo corenao que isso. A Coreia queria JUSTAMETE igualdade desde Gagnam, o bairro mais rico de Seul até os vilarejos mais distantes nas montanhas do norte. Tanto que PROIBIRAM escolas particulares e mesmo aulas particulares com medo que isso favorecesse os mais ricos. Basta uam breve pesquisa sobre a reforma coreana para desmenti-la. As crianças eram inclusive, nuam atitude autoritária a respodner secretamente questionários onde, entre outras coisas, tinham de delatar os colegas que estavam tendo aulas particulares, que seriam PUNIDAS. E os alunos que não denunciassem ninguém sobre nehum item da lista eram punidos eles mesmos

    1. Caro Jorge, poderia, por favor, informar a fonte de sua informação? Tenho pesquisado mas não não estou encontrando algo a respeito. Obrigado.

    2. Os artigos que encontrei são estes mas aparentemente não conferem com o que você dispõe: “Lições da revolução educacional coreana” (Abram Szajman) e “O modelo coreano” (Claudia Trevisan).

      1. Outro artigo que encontrei só agora: “As lições da China, Coreia do Sul e Finlândia sobre educação” (Caroline Olinda).

  8. Como dito antes o problema não está no ensino médio e sim na aprovação sem nenhum mérito imposta no ensino fundamental, é a droga que afasta os jovens da escola, existe muita mais coisa envolvida nisso do que uma reforma, é o jovem saber que ele não precisa se qualificar,pois vai ter o bolsa família para o sustentar.

  9. Sem contar q uma grande porcentagem dos alunos q chegam aos cursos superiores não possuem conhecimentos básicos para o curso que conseguem entrar e, que nem sempre é o que desejavam. O ensino básico precisa ser privilegiado sim, porque ninguém chega permanece num curso superior sem uma base sólida dos conhecimentos básicos. (Experiência de mais de 40 anos como professora de crianças, adolescentes, jovens e adultos na esfera estadual e municipal) Sou Pós-graduada em Educação pela UFV , hoje aposentada.

  10. Quem nunca teve educação não tem experiencia para falar sobre o assunto,acho que se deve esquecer definitivamente tudo que o Faustão fala pois ele não tem mesmo conteudo.

  11. A educação precisa de mudancas urgentes, e não só no ensino médio, mas também no fundamental. E o governo deve investir na qualificação do professor . As faculdades que ministram cursos para lecionar são muito caras e hoje dificultam a formação e qualificação dos professores. Em relação aos comentários do Faustão e melhor ignorar, ela nunca sabe o que diz.

  12. Concordo, É URGENTE. Mas o que realmente falta a meu ver é. .. pessoas diferentes precisam de métodos diferentes… o mundo não mudou … mudaram as ferramentas de acesso e o fator motivador tb.
    Há uma massa instalada neste Brasil desmotivada, desencantada c as carteiras , lousa e intermináveis textos copiados do quadro. Tratados como boiada, robôs programados estão hoje as escolas, jogando ácido na criatividade e animo desta galera.

  13. O texto fala da repercução do comentario do Apresentador Fausto Silva. E de sua ignorancia. Mas ninguem fala da eterna ignorancia dos intelectuais e parte do povo sobre a Educação Fisica. Um absurdo achar que a Educação Fisica e suplerfo

  14. É neh…por causa dessa reforma,mais cortes em diciplinas e mais desemprego,quem apoia essa reforma é mais burro que o Faustão…se o ensino já é ruim cortanto diciplinas não melhora em nada…

  15. Faustão quem é esse no jogo do bicho?como ele mesmo fala, é uma pora louca, realmente a televisão aberta do nosso Brasil tá que é uma porcaria só, da emissora ate o jornalismo é de pouca informação.

  16. O FAUSTÃO TEM RAZÃO ! SOU PRFª DE ED. EDUCAÇAO FISICA E CONCORDO QUE NAO DEVE SER RETIRADA DO CURRICULO AS AULAS DA MATERIA DESDE O FUNDAMENTAL ATÉ O 3° GRAU! QUE PRTICA AS ATIVIDADES FISICAS E ARTISTICAS TEEM MELHOR DESEMPENHO NA ESCOLA E NA SOCIEDADE!

  17. Se o Faustão não sabe das suas idéias mirabolantes a Sra. Sabe menos do que acontece dentro de uma escola….recebe tudo mascarado das D.E. s, e não tem noção da Real. Tá precisando voltar para a sala de aula. ( SE é que já trabalhou com esse nível de escolaridade )…e voltar a viver como nós…..bom não vai dar para andar assim penteadinha….com esse expressão constante de tranquilidade no rosto e nem tão combinandinho….mas …quem sabe o que vai sair da sua boca seja digno de uma gestora em educação….nao dá mais para viver nessa mentira e hipocrisia que vcs vivem e dirigem a educação.

  18. É necessário mudar sim.
    Sempre venho a Itália e acompanho o sistema daqui, pela minha neta que cursa o médio. São cinco anos o curso médio, aí é ensino médio. Ela escolheu Linguística e já se prapara para o que vai cursar na faculdade, tendo a certeza da sua escolha.

  19. Faustão é um Beócio! Mora ha mais de 20 anos em Miami, chega meia hora antes da gravação do Programa e se não derem aquele pedacinho de papel na mão dele ele não saberá fazer nada! Foi bom saber que a Sra encabeçou este projeto. Pensei que tinha sido estes jovens doidos que tentaram copiar os Sistemas de Ensino que deram certo nas Décadas de 60 e 70, e o que fizeram tentar estragar tudo! Sabendo que foi a Sra, quase minha contemporânea (sou 7 anos mais novo), fiquei mais PERPLEXO ainda! Sou carioca da Gema (Estácio), mas me criei na Casca! (35 km). Costumava dizer que eu era do RO, do Rio de JaneiRO. Não se tinha escolas no DF, naquela época, nem para Negros, nem para Indios e nem para Brancos!. Tive que estudar na EP no horário das 10 as 14hs, eu com 7 anos ou almoçava as 9 ou as 15 (tinha merenda: mingau de sagu ou aquele leite em pó – doação dos EUA, muito gostoso por sinal)). Fazia-se prova para EE. Fiquei 7 anos numa no centro do Rio. A influência naquela época ainda era a Escola Francesa (termo genérico). Tive 4 anos de Frances no Ginásio e 3 de Inglês no Científico (saí escrevendo, lendo e entendendo os dois muito bem, falando mais ou menos – bons tempos aquele, não?). Tive aula de Trabalhos manuais (fiz bolsa de barbante que dei para minha mãe). Tive aula de canto, 5a voz, sentava lá atras. Tínhamos Ed Fisica: rachão para os meninos e queimado para meninas, na cobertura do Prédio sem estrutura nenhuma ( voltávamos todos suados para casa, mas feliz da vida!). O primeiro colegial era todo mundo junto, estudava-se Biologia (ninguém ficava querendo ensinar sexo na sala de aula, se estudava corpo humano, doenças venéreas,. (Se perguntar aos jovens hoje o que é blenorragia, cancro duro e cancro mole, irão dizer que é uma bebida). Tivemos Psicotécnico no fim do 1o Científico e escolhemos nossas áreas. Aí separava, eu nas Exatas estudava Química Inorgânica; na área Médica estudava Quim. Orgânica; etc. Nunca fui bom aluno, filho de Pais semi-analfabetos, era eu X os livros. Tirava 6 e no máximo 7 zinho. Com isso, passei em 3 Concursos nos fins de 72. Um deles para Eng na UFRJ, fazendo um dos últimos concursos nas cadeiras do Maracanã ( os tais Concitec, Combimed, etc). Aí, os Anencéfalos de plantão, irão dizer que com 16 anos é muito cedo para definir os rumos. Já fiz essa reflexão: eu orientei meu psicotécnico para fugir da área Médica, porque não gostava de ver MEU sangue (havia me machucado feio 3 vezes quando era criança). Escolhi errado, poderia ter sido um Grande Médico. Sabe o que aconteceu: fui ser um Excelente Engenheiro! (na próxima encarnação, corrijo isso!). Pois bem, se pegassem o Sistema da Dec de 60 e 70 e melhorassem eu iria bater Palmas. Mas esse Programa de vocês vai fazer uma Bagunça no Ensino Médio, nos moldes do que está atualmente o Ensino Universitário: o sistema não gira entorno do Aluno. ( por exemplo: o aluno tem aula de 7 as 9 e volta a ter outra as 16hs do mesmo dia – A Instituição e Professores trabalham para o aluno ou é o contrário?; se fizeres 2 anos numa federal e pedir transferência para outra depois de 2 anos perdereis quase 1/3 dos creditos, e voltarais 1 ano pra traz em 1/3 das Matérias : no mesmo curso, estre Federais dentro do mesmo Estado ==> loucura total = imagina as particulares como deve estar). Seu projeto abre as portas para o Mercantilismo desenfreado! Pergunto se teve ajuda das Escolas Particulares para redigir isso! O sistema de ensino como um todo está um Carnaval na Zona, não vejo como se melhorar Contratando-se uma Bateria de Escola de Samba e Chamando umas Meretrizes para Sambar: estarás trocando 6 por meia duzia!!!!

  20. Precisa se urgentemente uma reforma na educação como um todo, pois nesses vinte e cinco anos da esquerda livre no Brasil eles conseguiram destruir a educação em todas as esferas, não formam mentes pensantes,inteligentes e independentes, formam discípulos de Marx a serviço da esquerda, propagando o que há de pior e mas obscuro que existe. Educação que é bom nota zero, somos os últimos no ranking mundial só ganhamos para países minúsculos do continente Africano.

  21. Enquanto gastamos tempo falando que Faustão é isso é aquilo, estamos deixando de lado o que realmente é importante. Que é discutir o projeto de reforma. Eu não tive acesso a ele, como falar algo se só ouvi comentários a respeito e comentários de muitos que provavelmente também não leu o projeto de reforma. Que o ensino básico está precisando de mudanças isso é fato. Mas será que é esse modelo de reforma que vai mudar a educação no Brasil?

  22. A ilustre cidadã em questão, figura de grande expressão do psdb, já foi secretária da educação do governo Alckmin em São Paulo. O que fez de bom? Nada! Muito pelo contrário, foi uma dentre tantos outros que destruíram a educação paulista. O golpista, por não ter um quadro qualificado nessa área, chamou-a para integrar e literalmente entregar a educação ao lixo. A equipe da educação do governo golpista ainda tem a Maria Inês Finni, Guiomar Namo de Mello, entre outros para “solucionar” o problema. Quanto ao Faustão também o considero como parte do lixo televisivo da maior rede de tv do Brasil. Não há dúvida que muito tem de ser mudado na educação, mas não vai ser como esses carniceiros da direita que será solucionado.

  23. Quem tem obrigação de educar são os pais….os professores fazem a alfabetização…o governo tem de pagar muito bem esses profissionais desta área da educação…e seu Fausto Silva usar melhor seu veículo de comunicação e passar para o público mais respeito…desculpe me senhor Fausto o senhor não tem nem um pouco..
    Por isso deixei de assistir seus insultos…falei

  24. Se houve uma suposta pesquisa sobre a suposta reforma que foi colocada pelos órgãos do governo em questão e que isso levou varios anos para ser elaborado, não entendo o motivo de os sindicatos, algum colega conhecido ou outro colega desse colega ou até eu mesmo não ter sido pesqueisado ou ter ouvido falar dessa pesquisa nem ouvir comentários sobre essa suposta pesquisa sobre esse assuntos que de severas importância, não só para a educaçao mais para todo que estão envolvidos nesse sistema.

Deixe uma resposta