Lava-Jato atinge Renan

De acordo com a revista Veja, Felipe Parente, o “homem da mala” do PMDB, fez um acordo de delação premiada e apresentou cinco anexos, como são chamados os itens que compõem a lista do que o delator pretende detalhar.

Parente acusa Renan Calheiros, atual presidente do Senado e fiel escudeiro de Lula, e Jader Barbalho, também do PMDB, de receberem propina desviada diretamente da Transpetro, subsidiária da Petrobrás.

A delação de Parente ainda precisa ser comprovada, mas já foi confirmada por pelo menos outros três delatores.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Lava-Jato atinge Renan

  1. Como é triste ver quanto ROUBO acontecido por quem deveria fiscalizar, cambada de ladrões , sem um mínimo de pudor, sem vergonha na cara, esperamos que a justiça coleque esses LIXO na cadeia, CANCELANDO tudo que adquiriu fraudando a lei sem a mínima vergonha na cara.

Deixe uma resposta