temer-dilma

“A culpa não é minha”, diz Temer sobre a crise econômica

Em evento realizado pela revista Exame, o presidente Michel Temer tratou sobre a crise econômica vivida pelo país – a pior da história. Respondendo aos críticos das propostas de ajuste, Temer defendeu a necessidade dos projetos de contenção de gastos e lembrou que os dados foram herdados de sua antecessora, a ex-presidente Dilma Rousseff.

Disse Temer:

“A Lista é longa e nos leva a algumas conclusões incontornáveis. A crise que enfrentamos é a mais grave da nossa história. Não quero assustá-los, mas motivá-los para que juntos possamos sair dessa crise. A causa é basicamente interna e fiscal. O Estado endividou-se muito além da sua capacidade, e gerou recessão e desemprego”. E completou: “Vou cansá-los com dados para que daqui a dois ou três meses, não digam que esse passivo é nosso”.

O presidente se refere a falsa narrativa da extrema-esquerda (em especial, do Partido dos Trabalhadores e linhas auxiliares), que atribui a crise econômica ao seu governo. Essa é a primeira vez que o presidente responsabiliza abertamente o governo petista pela crise. Alguns auxiliares do governo e analistas independentes defendem que o presidente fala em cadeia nacional sobre a situação em que se encontrava a máquina pública quando ele assumiu a presidência, para evidenciar as responsabilidades do governo Dilma Rousseff.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s