Perdeu por 13 a 1: desembargador que votou contra Moro foi nomeado por Dilma

Durante a semana, a Corte Especial do Tribunal Regional Federal da 4ª Região votou contra a abertura de processo disciplinas contra o juiz Sérgio Moro: foram 13 votos a favor de Moro e 1 contra. O único desembargador que votou pela narrativa pró-PT foi Rogério Favreto.

O Antagonista revela informações interessantíssimas passadas por um alto  magistrado: “Ele é ex-secretário da ‘Reforma do Judiciário’, órgão de intervenção bolivariana. Ganhou o cargo no TRF-4 sem fazer concurso público. Outro ex-secretário da ‘Reforma do Judiciário”, Sergio Renault, foi flagrado fazendo combinações com o ex-ministro José Eduardo Cardozo. Alguns ex-secretários advogam para petistas e empreiteiros enrolados.”

Segundo material da OAB-PR, podemos lembrar também outra informação inconveniente para Favreto: “O advogado Rogério Favreto foi escolhido pela presidente da República Dilma Roussef para ocupar a vaga de desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) destinada aos advogados. A nomeação foi assinada na segunda-feira (13) e publicada na edição de terça-feira (14) do Diário Oficial da União. A data da posse ainda não foi definida. Favreto ocupa vaga decorrente da aposentadoria do desembargador Valdemar Capeletti. Também participavam da lista tríplice enviada à Presidência da República os advogados Liliane Maria Busato Batista, do Paraná e, Oswaldo José Pedreira Horn.”

Anúncios

36 comentários sobre “Perdeu por 13 a 1: desembargador que votou contra Moro foi nomeado por Dilma

    1. Perdeu… perdeu…perdeu. O quê (?). A privacidade de seu caráter. O voto público e publicado, expôs a quem possa interessar, seus vínculos, sua parcialidade. E revelando com sua atitude, que ñ deveria estar aonde está. Só.

    2. É ,,,,lamentável q no Brasil ñ se faça justiça,,,,,,,,bem no pé da letra,,,,, se fizesse, este desembargador,,,,,Hum,,,,o Toffoli Hum, Lewandowski Hum, Marco Aurélio Hum, rsrsrsrsrs q maravilha verem estes personagens pendurados numa corda, rsrsrsrs

  1. É muita sujeira para limpar, não confio em judiciário nomeado por políticos, muita troca de favores, e pouco interesse de passar o país a limpo.

  2. “Quando a política penetra no recinto dos Tribunais, a Justiça se retira por alguma porta” (François Pierre Guillaume Guizot 1787-1874).

    Países cujas Constituições permitem que políticos nomeie os juizes dessa mesma corte, são pocilgas, hospícios legalizados em forma de nações. (Jose Macio Castro Alves).

  3. Mais uma vez reitero minha opinião de que os Poderes têm de ser completamente independentes. Não tem nada que presidente de república nomear, ou sequer, homologar a nomeação de qualquer membro do Poder Judiciário. Quanto mais corruptos nomeando corruptos. Poder Judiciário tem de ter seus membros escolhidos entre e dentre eles próprios. Para qualquer cargo. Desde contínuo até Ministros dos Tribunais Superiores.

  4. O descaramento escancarado despudoradamente do PT, se não for seccionado de forma contundente, ou pelo próprio povo, ou pela Intervenção Militar. O país estará perdido para o comunismo irremediavelmente! Sou intervencionista para ontem!

    1. Então, terás que desconfiar profundamente do MPF e d PF também pois Moro não manda investigar nada. Quem instaura inquéritos, investiga e manda para juízes como neste caso, são o PMF e a PF. Juiz não manda investigar ninguém.

    2. Com certeza você está sofrendo grave carência de informação. Esse é o mal de brasileiros como você falta leitura, avaliação dos fatos, e uma boa dose de realidade. E por sua causa e de outros como você a maior parte de nós trabalhadores sofrem com a corrupção endêmica e generalizada.

      1. Acabo de ler um analfabeto funcional, que tem bandidos de estimação postando asneiras aqui. O analfabeto funcional é aquele que, apesar de tudo, de todos, das provas, das confissões, do DINHEIRO RECUPERADO e tudo mais ainda acredita na inocência de bandidos. E golpe tentou dar Dilma Rousseff no dia 23 de março, quando consultou o então Min.da Defesa, Aldo Rebêlo sobre a possibilidade de uma intervenção militar. O Comandante do Exército, General Villas Boas, lhe deu um SONORO NÃO. Fim. Acabou a pantomima. Que a esquerda neste país fique onde jamais deveria ter saído: no esgoto da história.

  5. Todo desembargador é nomeado por um presidente. Aqui tem criancinha é? Vocês querem enganar a quem? E por quanto tempo? A mentira vem a tona, estão vendo o MBL, os apartidários? Pois é… só o começo.

  6. Tá vendo por que o PT odeia concurso público?
    O único desembargador que votou contra o Dr. Sérgio Moro foi nomeado por Dilma Roussef graças ao quinto dos infernos.
    É por isso que, para todo e qualquer cargo da magistratura, do primeiro grau ao STF, deveria haver concurso público. A exceção seria no caso dos desembargadores, todos eleitos pelos membros de cada tribunal.

  7. É IMPRESCINDÍVEL SER FISCALIZADO ESSE JUIZ E SUAS ATIVIDADES RIGOROSAMENTE OBSERVADAS, COMO PREVENÇÃO AO ILÍCITO. A OPINIÃO PÚBLICA TEM O DEVER DE ACOMPANHAR TODA E QUALQUER SUSPEIÇÃO DO JUDICIÁRIO, IPSO FACTO.

Deixe uma resposta