Einstein foi proibido por Mantega de divulgar procedimento feito por sua mulher no hospital

Conforme diz a Coluna do Estadão, diante da polêmica causada pela prisão de Guido Mantega enquanto acompanhava a mulher no Albert Einstein, a assessoria do hospital perguntou ao casal sobre se poderia divulgar nota esclarecendo qual o procedimento médico realizado.

O hospital foi proibido de dar qualquer esclarecimento.

Para piorar, o delegado que esteve no hospital para cumprir a ordem de prisão foi informado na recepção de que Mantega se encontrava no setor de endoscopia. A defesa de Mantega emitiu uma narrativa dizendo que ele estava acompanhando a mulher na sala de cirurgia, mas na verdade o delegado não passou da recepção.

Quando estava em casa, Mantega pediu aos policiais para tomar banho. Depois, o ex-ministro acompanhou toda a busca e apreensão, que foi uma das mais rápidas da Lava Jato. HDs e celulares foram levados pelos policiais, para maiores averiguações.

Anúncios

13 comentários sobre “Einstein foi proibido por Mantega de divulgar procedimento feito por sua mulher no hospital

  1. Diante da chamada dessa matéria fiquei na dúvida! A esposa do Sr. Mantega presta serviços na área de saúde no Hospital Einstein ou é paciente desse nosocômio (… procedimento feito por sua mulher no hospital)? Aguardo esclarecimento sobre meu questionamento.

  2. Acho que essa turma já passaram dos limites, se estivesse no lugar do Moro eles já estariam em cana. São abusados. Um monte de traidores da nação brasileira. Uma raça dessa não valem nada.

  3. Uma vergonha. Alguém sem carater como esse Mantega pudesse ter ocupado o cargo de ministro da pasta mais importante por tantos anos.
    Esse fato prova em definitivo que o Governo de Lula e Dilma era formado por uma organização criminosa.
    O mais lamentável e imoral de tudo isso é esse sujeito usar a esposa como escudo. Vergonha!!!

  4. A verdade é uma só, essa corja de corruptos acham que ainda estão no
    poder e não acordaram ainda p/ a realidade. Que falta faz a pena de morte.

  5. se fosse qualquer mortal igual a nós, miseros contribuintes que mantem essa corja seriamos presos e pronto, o que esse pessoal se acha de melhor nao querem ser presos nao sejam marginais corruptos e ladroes

  6. Câncer, a doença preferida de 10 entre 10 estrelas da corrupção.
    O poder do “TER” já provou, que só pobre morre de Câncer.
    E o tratamento de pobre é no padrão SUS – Só Um(Milagre) Salva.
    Lula ainda não morreu, e não vê a hora de poder ir para o seu Sítio, e curtir a temporada no seu triplex no Guarujá; Dilma continua dando suas pedaladas agora em Porto Alegre, e futuramemte em Minas Gerais…
    São tantos exemplos como esses. O certo é que pobre continua chegando nos hospitais a pé ou de ambulância, enquanto os ricos chegam nas suas naves no Albert Einsten.
    E assim segue a vida atual do brasileiro, o verdadeiro é claro.

Deixe uma resposta