Russomanno mantém aliado investigado na campanha

O coordenador de campanha de Celso Russomanno, candidato a prefeitura de São Paulo, é acusado pelo empresário José Eduardo dos Santos de ter usado notas frias na prestação de contas do seu gabinete.

“O Marcelo [o coordenador] me disse que já foi à Polícia Federal. Trata-se de verba federal, por isso é a Polícia Federal que tem competência para apurar. Espero que a PF apure o mais rápido possível. Ele disse que estão tentando denegrir a imagem dele”, disse Russomanno

Marcelo Squassoni é deputado em São Paulo, é também do mesmo partido de Russomanno. O candidato vai manter o suspeito em sua campanha.

Anúncios

Deixe uma resposta