Para Caiado, envolvimento de Mantega expõe chefia de Lula e Dilma no esquemão

Nesta quinta (22), o senador Ronaldo Caiado lembrou que a investigação envolvendo o ex-ministro Guido Mantega serve como prova de que Lula e Dilma controlavam o esquema criminoso montado em torno da Petrobras.

Para o senador, se tornou evidente para o Brasil aquilo que todos sempre souberam sobre os bastidores do poder em Brasília. Todos tinham ciência de que Mantega era um fiel comandado de Lula e Dilma. Era designado para fazer o serviço sujo na intermediação de propinas com empresários, oferecendo em troca contratos bilionários com a Petrobras. Mantega fazia parte do conselho da Petrobras. Nunca deixou de agir sob ordens diretas de Dilma, do PT e do Planalto.

“Dilma também foi presidente do conselho da empresa, justamente no momento da compra de Pasadena. Se essa for a lógica da investigação, podemos esperar a ex-presidente nas próximas fases da investigação?”, questionou Caiado.

Ele seguiu lamentando o quão baixo o PT chegou em termos de degradação da coisa pública, cometendo crimes contra o patrimônio do povo de forma tão sistemática e acintosa: “A Lava-Jato chegar à prisão do ex-ministro da Fazenda de Dilma só demonstra o tamanho a que chegou essa organização criminosa. O Ministério da Fazenda sempre foi uma pasta comandada por quadros técnicos. Se a orquestração política para fazer o PT se perpetuar no poder chegou até ali, é porque sua capilaridade foi muito maior do que tudo que imaginávamos”.

Anúncios

Deixe uma resposta