Mantega conversou com Dilma antes de receber Eike

Conforme diz Josias de Souza, o então ministro Guido Mantega teve um papinho com a também então presidente logo antes dele falar com o empresário Eike Batista.

“Aconteceu no dia 1º de novembro de 2012, no gabinete do ministro Guido Mantega”, relatou Eike Batista, em depoimento à força-tarefa da Lava Jato: “Houve um pedido para que eu contribuísse para a campanha…”

Conforme o ex-bilionário, sua contribuição foi de R$ 5 milhões. O encontro constou da agenda de Mantega, disponível no site da pasta da Fazenda (veja acima). Estava marcado para o meio-dia. Só que a mesma agenda mostra que, duas horas antes, Mantega estivera no Palácio do Planalto. Conversara com Dilma Rousseff.

Mas, por meio do seu advogado, José Roberto Batochio, Mantega negou “peremptoriamente qualquer tipo de diálogo com o empresário Eike Batista”. De acordo com Batochio, seu cliente ”nunca conversou” com Eike.

A defesa do ex-ministro precisa agora explicar o motivo do encontro e o tema da conversa que ele jamais teve com o depoente “espontâneo” da Lava Jato.

Anúncios

Deixe uma resposta