Aparelhadas pela extrema-esquerda, USP e Unicamp caem em ranking internacional

De acordo com a revista britânica Times Higher Education, USP e Unicamp perderam posições no ranking das melhores instituições de ensino do mundo. A notícia, entretanto, não surpreende, uma vez que grande parte destas duas instituições, na última década, foi dominada por movimentos de extrema-esquerda que deterioraram a qualidade educacional do ambiente.

Neste ano, a USP aparece em um grupo que está entre 251 e 300 melhores universidades. Após a posição nº 200, o ranking deixa de considerar as instituições de forma unitária e passa a considerá-las por grupos. No ano passado, a universidade aparecia no grupo 201-250. É o pior resultado da USP desde 2012.

Anúncios

2 comentários sobre “Aparelhadas pela extrema-esquerda, USP e Unicamp caem em ranking internacional

Deixe uma resposta