Ministério Público Federal já prepara novas acusações contra Lula

Segundo a jornalista Vera Magalhães em sua coluna no Estado de São Paulo, enganam-se os que acreditam na narrativa petista de que a menção ao ex-presidente Lula feita pelo procurador da República Deltan Dallagnol se resuma a conjecturas políticas. A centralidade de Lula no esquema de criminoso investigado pela Operação Lava Jato é real, e embasa em um amplo conjunto de provas.

De acordo com a jornalista, aquele “preâmbulo” foi necessário para que fosse estabelecido um elo com outras denúncias contra o petista que já estão em fase mais avançada. Os integrantes da força-tarefa amarraram os depoimentos de delatores Delcídio Amaral e Pedro Correia com outras denúncias já elaboradas pelo MPF.

Hoje as denúncias foram fortalecidas também pelo depoimento de Rodrigo Fonseca, vendedor da loja Kitchens responsável por vender as cozinhas do sítio de Atibaia e do apartamento do Guarujá para dona Marisa da Silva. De acordo a avaliação de juristas, o quadro de provas garante um mínimo de 35 anos de condenação para o petista.

Anúncios

Deixe uma resposta