Várias entidades repudiam fala de Lula contra concursados

Após a matéria feita em tempo real pelo Jornalivre, na quinta-feira, na qual mostramos a fala de Lula criticando os servidores públicos concursados, o assunto repercutiu a nível nacional, e isso foi suficiente para gerar uma onda de revolta contra o ex-presidente.

Em seu discurso, Lula disse exatamente as palavras abaixo:

“Eu, de vez em quando, falo que as pessoas achincalham muito a política. Mas a profissão mais honesta é a do político. Sabe por quê? Porque todo ano, por mais ladrão que ele seja, ele tem que ir para a rua encarar o povo, e pedir voto. O concursado não. Se forma na universidade, faz um concurso e está com emprego garantido o resto da vida. O político não. Ele é chamado de ladrão, é chamado de filho da mãe, é chamado de filho do pai, é chamado de tudo, mas ele tá lá, encarando, pedindo outra vez o seu emprego.”

Em outro momento do discurso, o petista atacou novamente os servidores públicos, dizendo:

“Eu vi eles falarem dos partidos políticos, dos governos de coalizão, vocês sabem que muita gente que tem diploma universitário, que fez concurso, é analfabeto político.”

Depois disso, várias entidades de classe emitiram notas de repúdio. Uma delas foi a Anfip, Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal. Outra que também emitiu nova foi o Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal.

“Os servidores públicos concursados atuam para o Estado, para a nação, para seu povo, e não para governos temporários, sejam eles compostos por ladrões ou não. Os políticos passam, o Estado e seus servidores ficam”, diz a nota da Anfip.

“Não é a primeira vez que presidentes ou ex-presidentes agridem os servidores públicos para defender seus interesses. Em 1989, Fernando Collor criou o factoide ‘caçador de marajás’ para se eleger presidente e derrotar, justamente, o operário Lula. Em 1994, Fernando Henrique Cardoso chamou aposentados e servidores de ‘vagabundos’. Não são ataques gratuitos, é bom que se diga. Obedecem à lógica de que o que é público é ruim e atendem, assim, ao setor privado”, encerra a nota emitida pelo sindicato.

Várias outras entidades também repudiaram, nas redes sociais as críticas a Lula foram bem intensas desde suas declarações.

Anúncios

7 comentários sobre “Várias entidades repudiam fala de Lula contra concursados

  1. Lula continua com sua tática fascista, tal como Hitler, de identificar um inimigo para colocar a culpa pelos problemas do país. Quer dividir a sociedade de modo maniqueista entre “nós” (o bem) contra “eles” (o mal). Penso até que a imprensa esta dando espaço demais para estas declarações repletas de factóides delirantes. Apenas comentar que o indivíduo está repetindo suas acusações baratas contra a população honesta do país, já é suficiente – sem mais espaço na mísia para este lider panfletário.

  2. Ao Lula, vale lembrar que os concursados, para chegarem onde chegaram, passaram a maior parte do seu tempo estudando, sacrificando-se para chegar a um objetivo digno. Diferente de políticos ladrão que, como ele, ocuparam seu tempo tomando cachaça ao invés de, pelo menos, trabalhar honestamente, pois já arquitetava essa vida devassa de pura safadeza. Repudio veementemente a declaração desse sujeito, que não merece o meu respeito. Aliás, só neste país um “lider”, faz tal declaração infame.

  3. O Lula eh uma figura patética, fica falando pelos cotovelos. Falando de func.publico concursado. Mas o func.publico passa em u. Concurso na forma da lei. Ele não usa de seu cargo para obter vantagens pessoais. Ele não enriquece da noite para o dia.

  4. Esse cara é um grosso e arrogante,quando estava no auge cagava na cabeça de qualquer um que atravessava o seu caminho, encobrindo tudo de ruim que se passava dentro do governo..tem que prender mesmo esse safado..

  5. É muito bem empregado pois milhares de funcionários públicos votaram nesse bandido comunista e merecem ser enchovalhados e fiquem calados. Pois ainda tem funcionário quê briga por esse bandido . fica aqui o meu recado.

  6. O lula na verdade e um bandido, líder da maior organização criminosa do Brasil, a pedido do PCC ele e sua coja de bandidos do PT aprovarão o desarmamento da população e deixar livre para ele fazer o que quiser com a população.

Deixe uma resposta