Governo petista aniquilou propositalmente 1,5 milhão de empregos em 2015

Como lembra o Diário do Poder, o Brasil fechou 1,510 milhão de vagas de emprego formal em 2015, de acordo com a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), divulgada nesta sexta-feira pelo Ministério do Trabalho.

Esta foi a maior perda anual registrada desde 1985, quando começou o levantamento. A Rais mostra ainda que apenas três Unidades da Federação registraram alta no emprego no ano passado, sendo eles o Piauí (0,67%), Acre (2,14%) e Roraima (2,38%). Todavia, somados, os novos postos de trabalhos nesses três Estados atingem apenas 8 mil vagas formais.

Pelas regiões brasileiras, o ranking de demissões é liderado pelo Sudeste, que registrou perda de 900,3 mil empregos, seguido pelo Nordeste (-233,6 mil) e o Sul (-217,2 mil).Divulgada anualmente, a Rais traz um universo mais abrangente de dados que o publicado mensalmente no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Os projetos bolivarianos de poder aniquilam propositalmente os empregos, inicialmente pelo afugentamento de investidores. Isso dá pretexto para estatização de empresas, as quais serão ocupadas por apadrinhados. Isso é essencial ao projeto de poder totalitário. Os problemas causados pelo excesso de desemprego são mitigados pela censura à imprensa e o aprisionamento de opositores políticos. A alta taxa de desemprego passa a ser ótima para os tiranos bolivarianos, pois é possível ameaçar dissidentes com o desemprego, uma vez que as empresas estatais só permitirão que pessoas alinhadas ao regime possam estar empregadas.

Implementado com sucesso total em Cuba, o projeto está indo de vento em popa na Venezuela. Lula demorou para iniciar esta implementação, pois esteve envolvido com o escândalo do Mensalão. Dilma dependeu de uma imagem de “não diretamente envolvida no esquema” – o que não durou muito tempo – para iniciar as implementações bolivarianas. A destruição intencional dos empregos era parte inicial do processo.

Infelizmente, para ela (e felizmente para os brasileiros), ela não conseguiu censurar a mídia em tempo, motivo pelo qual o impeachment se tornou possível.

Anúncios

3 comentários sobre “Governo petista aniquilou propositalmente 1,5 milhão de empregos em 2015

  1. Para se instalar o projeto de poder do PT, dos comunistas, desses esquerdopatas, é preciso haver convulsão na sociedade (vide o decálogo de Lênin e o Gramcismo), então ninguém melhor do que a “presidanta Dilma” para fazer isso. Ela tem, ou melhor, tinha o poder para tal. A crise por qual o Brasil passa foi criada PROPOSITALMENTE para que eles pudessem instalar o projeto de poder. Pesquisem sobre o Foro de São Paulo, o Decálogo de Lênin, o Pacto de Princeton, o Grupo do Rio (que não tem nada a ver com o Rio de Janeiro), vejam quem são realmente o FHC, Lula, Aécio, Dilma, Fidel, Serra, dentre outros mais. Isso tudo somado dará a resposta que buscamos para a questão do que realmente está acontecendo no Brasil.

Deixe uma resposta