Lula saúda ditador Nicolas Maduro após este assumir organização de tiranos

O ex-presidente denunciado Lula – prestes a ser réu na Lava Jato – enviou mensagem de solidariedade ao ditador Nicolas Maduro após este ter assumido a presidência do Movimento de Países Não Alinhados por um período de três anos.

Lula disse: “Confio no companheiro Maduro para coordenar e fazer avançar a agenda dos não alinhados, pela ampliação do Conselho de Segurança da ONU, reformar e democratizar o sistema financeiro e para continuar combatendo a pobreza no mundo”, disse o ex-presidente, talvez atuando com sadismo em relação à criação proposital de racionamento de alimentos na Venezuela por Maduro.

O ex-presidente segue: “Embora tenhamos conseguido reduzir o índices de miséria, a verdade é que não vencemos a pobreza. Estaremos juntos em todas as frentes para construir em conjunto um mundo melhor e mais justo. Só assim seremos mais fortes. Receba o meu mais caloroso abraço e boa sorte, companheiro Maduro. Muito obrigado!”

Para se ter uma ideia do nível deste “Movimento de Países Não Alinhados”, Cuba assumiu a presidência de 2006 a 2009 (com Fidel Castro e, depois, seu irmão). Entre 2010 e 2012, o Egito assumiu a chefia (com Hosni Mubarak e Mohamed Hussein Tantawi). Depois, entre 2012 e 2015, o Irã ocupou o lugar (com Mahmoud Ahmadinejad e Hassan Rouhani). Agora é a vez de Nicolas Maduro, a partir de 2016. Geralmente, o movimento traz nações subdesenvolvidas e ditatoriais. Aliás, o Brasil não faz parte do grupo.

Anúncios

3 comentários sobre “Lula saúda ditador Nicolas Maduro após este assumir organização de tiranos

  1. “Geralmente, o movimento traz nações subdesenvolvidas e ditatoriais. Aliás, o Brasil não faz parte do grupo.” Por pouco. Se o lulopetismo não tivesse sido rechaçado a tempo…..

Deixe uma resposta