Gilmar diz, ironicamente: “Denúncia dá oportunidade para Lula se defender”

Como diz o Estadão, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, comentou nesta sexta-feira, 16, a denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva feita na quarta-feira, 14, pelos procuradores da Operação Lava Jato.

Mendes não caiu na narrativa da extrema-esquerda, feita para fingir que força-tarefa teria “se excedido” ao denunciar Lula e expor as evidências em detalhes. Por isso, não comentou sobre esta narrativa, mas sobre a operação em si.

“O que é positivo e dá segurança  ao presidente Lula e aos seus advogados é que agora tem uma denúncia. O mais é mimimi e trololó. Havendo denúncia, se defende daquela denúncia que foi proferida […] Todas as outras considerações que não constam da denúncia, ele não precisa responder”.

Para Mendes, o fato de a denúncia ter sido feita tira a questão do debate político e a coloca no âmbito do Judiciário. “Ele tem agora a possibilidade de fazer defesa, que será apreciada por juiz independente; terá chance de recurso. A partir de agora o processo está judicializado”.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Gilmar diz, ironicamente: “Denúncia dá oportunidade para Lula se defender”

Deixe uma resposta