Técnica da negação – dizer que “não há provas” – não conseguiu salvar Dirceu

Desde os tempos do Mensalão, o mantra petista tem sido repetir que “não há provas”. Claro que isso é mentira. Só contra Lula pesam mais de 300 provas.

Com José Dirceu o PT utilizou a mesma tática. Repetiram a exaustão a afirmação de que “não há provas”, mas isso não serviu para evitar sua prisão. Nem a de Genoíno. Na realidade Dirceu foi condenado duas vezes, inclusive.

Essa tática de negação pode até servir para que a militância tenha um discurso para proferir, mas na prática não anula o fato de que há, sim, muitas provas. E isso tanto é verdade que os advogados de Lula não estão mais nem conseguindo argumentar juridicamente, toda a sua defesa tem sido feita baseada em floreios e argumentos emocionais.

Anúncios

Um comentário sobre “Técnica da negação – dizer que “não há provas” – não conseguiu salvar Dirceu

Deixe uma resposta