Senador defende lei e multa para quem obstruir trânsito em vias urbanas e rodovias

Está em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania,  projeto que proíbe o pedestre de interromper a circulação em via pública sem autorização do órgão controlador do trânsito. A PLS 325/2016 torna essa conduta infração gravíssima, além da multiplicação da multa em 60 vezes para quem infringir a regra.

O projeto é de autoria do senador Pedro Chaves (PSC-MS). Ele defende a aprovação de projeto lembrando que esse tipo de infração interrompe não só o direito de ir e vir, como também implica em transtornos que podem ser irreparáveis. O senador lembrou que em abril deste ano, houve uma perda de 13 mil frangos por causa de protestos nas vias principais. Em um caso ainda mais grave mencionado pelo senador, uma ambulância com um enfermo gravemente ferido ficou duas horas parada no trânsito, o que comprometeu a recuperação do paciente.

Desde 2013, a prática de interromper o transito em vias urbanas e rodovias tem sido cada vez mais adotada por grupos da extrema-esquerda. Antes era praticada majoritariamente por grupos ligados ao MST, mas depois das Jornadas de Junho passou a ser algo corriqueiro nas grandes cidades. Os manifestantes fazem barricadas, ateam fogo em pneus, lixo, troncos e até em veículos. Além desse tipo de transtorno, há ainda os que tentam agredir quem obstrui seus bloqueios.

Anúncios

Um comentário sobre “Senador defende lei e multa para quem obstruir trânsito em vias urbanas e rodovias

Deixe uma resposta