Rui Falcão choraminga e dizer que denúncia “é mais um episódio de perseguição”

Em mais um show de vitimismo, o presidente do PT, Rui Falcão, diz que toda a denúncia não passa de perseguição política.

“Todo o processo é sem prova, um processo em função de delações, e ele tem um objetivo claro, nós declaramos desde o início: trata-se de tentar interditar o presidente Lula, que não cometeu nenhum crime. Insiste-se a atribuir a ele esse tipo de ilegalidade”, disse Falcão.

Para ele, a denúncia só aconteceu por que Lula estaria “liderando pesquisas”, embora na verdade o ex-presidente perca para vários candidatos em projeções de segundo turno.

Falcão também aproveitou para seguir dizendo o triplex “não é de Lula”.

Ele concluiu com o chavão clássico: “Lula sabe, desde que assumiu a Presidência da República, que é insuportável para a elite brasileira ter um operário, que eles esperavam que fosse fracassar, ter sido o melhor presidente que Brasil já teve. Então a perseguição a ele não é uma novidade, e ele tem o couro duro. E nós não vamos permitir que se faça mais essa arbitrariedade, o povo vai reagir”.

Anúncios

Deixe uma resposta