Narrativa petista de que “denúncia é ataque à candidatura de Lula” já vira motivo de troça na Internet

Depois das volumosas evidências demonstradas na denúncia feita pelo MPF quanto a Lula, Marisa e mais seis na Lava Jato, os advogados do ex-presidente ainda estão jogando o jogo do vitimismo.

O advogado e Lula, Cristiano Carlos Zanin, disse: “Lula e Marisa não são proprietários do imóvel, que pertence à OAS. Se não são proprietários, não são beneficiários de reforma […] Querem impor a qualquer custo condenação indevida a Lula e dona Marisa”.

O advogado afirmou considerar que “há flagrantemente falta de justa causa para que esta denúncia possa ser recebida pelo Poder Judiciário”, mas aponta que, “no entanto, temos histórico de prejulgamento em relação a essas imputações que vem de longa data, desde a deflagração da 24ª fase da Lava Jato. Já foram feitos vários prejulgamentos que inclusive estão narrados dentre outros locais em um comunicado que fizemos à ONU (Organização das Nações Unidas).  Diante desse histórico, ainda tenho expectativa de que haja algum tipo de prevalência da razão e do direito, mas não podemos desconsiderar a existência desse histórico”, afirmou.

Ele também citou motivações políticas por trás da denúncia: “Há real intenção de tirar o presidente Lula do cenário político eleitoral de 2018. Esse é um histórico também que está narrado no comunicado que nós fizemos à ONU e ali inclusive há um detalhamento de cronogramas que já teriam sido supostamente difundidos por agentes públicos.”

A argumentação, como se vê, é apenas a imputação de intenção inexistente em todos os procuradores, investigadores e juízes envolvidos na Lava Jato. É como se bandidos resolvessem alegar que são perseguidos por gente que quer atrapalhá-los politicamente. Como resultado, até o meme abaixo já anda circulando na Internet:

____________________________unnamed

Anúncios

2 comentários sobre “Narrativa petista de que “denúncia é ataque à candidatura de Lula” já vira motivo de troça na Internet

Deixe uma resposta