Convocação de coletiva significa solidez de evidências contra Lula

Como a essa altura todos já sabem, no início da tarde de hoje o Ministério Público Federal, através do Procurador Deltan Dallagnol, convocou uma coletiva de imprensa na qual anunciou formalmente denúncias contra o ex-presidente Lula e outros investigados pela Lava-Jato. O tom seguro e a própria convocação de uma entrevista coletiva denotam uma coisa: existe solidez nas acusações contra o petista.

“Sem o poder de decisão de Lula, esse esquema seria impossível. Lula era o maestro dessa grande orquestra concatenada para saquear os cofres públicos”, declarou o procurador, em tom firme. Como não são amadores e sabem que Lula é um grande malandro, é bem provável que haja nas mãos deles provas materiais contundentes com o ex-presidente.

Do outro lado, a defesa de Lula mostra completo desespero. A quantidade de recursos enviados pelos advogados ultrapassa as raias do absurdo. No mês de julho, chegaram a enviar um recurso para a Comissão de Direitos Humanos da ONU, um órgão estrangeiro que deu de ombros para o documento, alegando ter prioridades maiores.

A desorganização e os frequentes apelos a órgãos externos, na esperança de uma intervenção, apenas mostram que os petistas estão neste momento fora de controle.

Anúncios

2 comentários sobre “Convocação de coletiva significa solidez de evidências contra Lula

  1. vocês não cansam de promover o ÓDIO , cada vez de forma mais ridícula ?

    “convicção” ! seus levianos irresponsáveis de merda ! são TÃO bostas que não enxergam que essa conversa VAZIA e INCOMPETENTE na verdade FORTALECE o Lula, que vai usar isto para desqualificar este trabalho que DEVERIA ser sério ?

    porcos de bosta !

Deixe uma resposta