Cassação de Cunha põe fim a narrativa petista

A cassação do deputado Eduardo Cunha, que se concretizou na noite de ontem, pode significar o fim de uma era de corrupção em que políticos nunca eram punidos. Sobretudo, sua cassação dá um fim definitivo a narrativa petista de que o impeachment de Dilma seria uma manobra para salvar Cunha da Justiça. Muito pelo contrário, aliás.

Agora, com Eduardo Cunha sem foro privilegiado, seus processos cairão nas mãos de Sérgio Moro, juiz federal responsável pelo Lava-Jato. O peemedebista passa a ser investigado na mesma instância de Lula e Dilma, que agora também está sem foro privilegiado.

Além disso, foram 450 votos a favor da cassação, o que nos dá mais de 80% dos deputados federais. Cunha foi cassado com uma votação estrondosamente maior do que a de 17 de abril, que aprovou o impeachment de Dilma na primeira etapa.

Anúncios

2 comentários sobre “Cassação de Cunha põe fim a narrativa petista

Deixe uma resposta