Dilma mandou matar cão “Nego”, diz Cláudio Humberto

A informação vem do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder, que lembra que havia uma pergunta que não se calava em Brasília desde a partida da ex-presidente Dilma Rousseff para Porto Alegre: “Cadê ‘Nego’?”.

A pergunta se referia ao cão da raça labrador que ela ganhou do ex-ministro José Dirceu ao assumir a Casa Civil no governo Lula. Segundo a coluna, nesta sexta (9), a assessoria de Dilma confirmou: “Nego” foi morto (ou “sacrificado”), por opção da ex-presidente cassada, sob a alegação que estava “muito velho e doente”.

A informação gerou consternação e revolta nos funcionários do Palácio Alvorada. O cão foi morto com cinco injeções.  Afeiçoados ao dócil labrador, funcionários afirmam que “Nego” tinha condições de sobrevida digna, até sua morte natural.

No Alvorada, a expectativa era de que Dilma levasse “Nego” com ela para Porto Alegre. Se a imagem da golpista cassada Dilma já estava ruim com os funcionários do Alvorada, agora degringolou de vez.

 

Anúncios

47 comentários sobre “Dilma mandou matar cão “Nego”, diz Cláudio Humberto

  1. Eu trabalho palacio da alvorada, e um dos cuidadores do nego durante esses 6 anos quando ficou sabendo que ele seria sacrificado pediu para cuidar dele e a presidente Dilma como sempre disse que preferia matá- lo.

  2. Que povo é este que estimula o ódio entre os seus?
    Que pessoas são essas que só sabem se.relacionar através da sordidez???
    Goebbels teria muito a. Aprender com vocês
    Dignos de pena, vcs devem ter tido infância complicada afetivamente e até agora não sabem se tratar com dignidade.
    Merecem tratamento psiquiátrico

  3. Chamar essa mulher de cachorra, é ofender os animais, é esse tipo de gente que queria continuar governando o nosso país, ainda bem que não estamos de braços cruzados, vamos chutar toda essa espécie do poder, e não deixar voltar nunca mais, mas não vou deixar passar em branco essa bruxa merece um fim trágico.

  4. Sei que pode gerar polêmica mas se existisse, tinham que dar era uma injeção de sabedoria e cultura na maioria das pessoas do nosso povo para saberem votar corretamente em seu representante político.

  5. Dilma, Lula e seu séquito de larápios estão cavando a própria cova… que nós, brasileiros honestos, tenhamos a coragem de jogar as pás de terra!

  6. Na democracia, um comunista mata animais de estimação. Na ditadura comunista instalada, pratica o GENOCÍDIO (vide Che Guevara/Fidel Castro, Lenin/Stalin, Coréia do Norte de Kin Jong Un, etc…)

  7. Assim falará Zaratustra:

    Eis aqui a realidade que NEGO (o cachorro) poderia falar e o mesmo o Zaratustra:

    
O PT é totalmente contraditório, mesmo esses uspianos e artistas de TV e da Lei Rouanet. Eles tremem quando vêem um opositor, por exemplo, tal qual o brilhante e corajoso FERNANDO HOLIDAY. Se se opor ao PT, não interessa quem seja, o Partido dos Trabalhadores destrói. São truculentos, picaretas, e autoritários ao extremos. Cheios de papos furados, por anos a fio. Escritos e falados, em toda parte! O PT vive de narrativas. Marta Suplicy que caiu fora pode dizer…

Nós gritamos GOLPE por esse motivo. Veja:
[Assim como gritamos: “Coca-Cola dá mais VIDA!”]

    
A Dilma está é aqui: um produto a ser vendido e consumido. Comprado, mesmo que seja sem dinheiro. Apenas isso. Um produto publicitário! E haja publicidade! Veja. Eis:

Danoninho, PT, Lula, Dilma, Requião, Rui Falcão, Santana, pseudo-intelectual:
O PT sempre será perfeitamente astuto e sutil, quase invisível em seu ilusionismo ao utilizar todos tipos de clichês. Pratica qualquer NARRATIVA para estar no poder. Narrativas publicitárias que USURPAM o pensamento, mentes e conduz a estereótipos. Vigilância e controle ideológico. Dentro das Universidades, nas ruas, bótons, autoadesivos, no trabalho, blogs espertalhões, artistas puxa-sacos-Lei-Rouanet, professorzinhos picaretas, discursos manipuladores, «lavagem cerebral».

    
Golpe, com toda certeza, é um clichê publicitário, é frase-pronta, imagem estereotipada e montada a priori (nessa altura, provavelmente, recomendada por algum marqueteiro, tal qual João Santana. Semelhante a ele. Senão, ele próprio): frases clichês tais quais: “Danoninho vale por um bifinho”. Eis aí a realidade do Petismo. Defenda SAFATLE ou não: Apenas vai dar aquele “ar de intelectual” — puro modismo.

    
Mia, bebe leite, tudo indica que é um gato; mas o PT afirma: é um cão.

    1. Concordo plenamente com o que foi exposto sobre o PT, tudo muito bem colocado. So tenho a acrescentar que todos os que comungam com a ideologia “petistas” são iguais: autoritários, destruidores dos conceitos de moral e ética, violentos.

    2. Assim como vc disse’ arrogante e truculento’ vai se fuder com esse discurso de eterno aspirante a playboy vai defender os corruptos q esta no poder um presidente homem marionete kkkkkk vcs sao uma piada acreditam na propria mentira ate virar verdade. Vai dar meia hora de cu . Meu filho vai ter que trabslhar 80 horas por causa de otario q nem vc q defende esa corja de corone que sempre domiram nossas terras vai se fuder.

  8. Dilma teve a condenação que merece. Se elegeu com dinheiro proveniente da corrupção, a base de calúnias aos adversários e com muitas promessas aos partidos aliados. Mandar matar um cão indefeso de 14 anos sob a justificativa de que estava “velho” é apenas mais um crime. E a mãe dela que tem 93 anos de idade? Também será eutanasiada com 5 injeções? Afinal de contas, também já está velha. Dois pesos, duas medidas. E assim, uma bandida se torna assassina. E lugar para gente deste tipo, só conheço um: cadeia. Lamento pelo assassinato do Nego. Este descansou e assim como nós, se livrou da jararaca.

  9. Matar um animal carinhoso e dócil como um cão labrador, mostra a personalidade destrutiva dessa mulher desprovida de sentimentos.
    Dilma , assim como os petralhas, matam àqueles que não lhes servem mais.

    1. Deveriam mandar matar idiotas também… Idiotas e inocentes. Idiotas, inocentes e outros mais que como você acreditam em fadas e duendes. Conhece o Google? Tente!

  10. Minha nossa!Quando eu penso que já vi e ouvi tudo. Aí vem essa sem caráter da Dilma e faz uma coisa desta. Sei que tem pessoas sem coração mas essa aí é uma sem coração e sem alma. Coitado das pessoas que tiveram que conviver com esse tipo de monstro, penso nos fogos que foram queimados na saída dessa sujeita.

  11. Alguém em sã consciência realmente acredita que a sra. Dilma matou o cachorro pelo simples fato de ele estar velho ou porque não tinha como levá-lo na mudança? Não estou aqui defendendo quem quer que seja, mas a notícia de que ela matou o animal, simplesmente por estar velho, ou que abandonou o animal, não passa de mais um boato, uma mentira. O cachorro foi sacrificado, ou melhor, seu sofrimento foi abreviado, seguindo orientações de um veterinário, porque era portador de mielopatia degenerativa canina. Estou chocada com os comentários que li aqui e acho lamentável que as pessoas acreditem em boatos sem ao menos certificarem-se se são verdadeiros ou não.

  12. Saiba o que ocorreu com os cães de estimação de Dilma
    A presidenta eleita Dilma Rousseff, ao partir do Palácio da Alvorada e seguir para Porto Alegre, não deixou de cuidar do destino de seus animais de estimação: Nego, Boni, Galego, Princesa e Fafá. Em nota à imprensa, a assessoria informa que, sob cuidado e orientação médico-veterinária, o labrador Nego, aos 14 anos e portador de mielopatia degenerativa canina, teve seu sofrimento abreviado.

    “Há dois meses, o médico recomendou que fosse abreviado o sofrimento do cão, um dos prediletos de Dilma. Relutante, ela adiou a decisão até pouco antes de deixar o Palácio da Alvorada, na semana passada, e mudar-se para Porto Alegre”, diz a nota.
    Confira a íntegra:

    NOTA À IMPRENSA

    A respeito das notas publicadas pela imprensa sobre a morte do cachorro Nego, a Assessoria de Imprensa de Dilma Rousseff esclarece:

    1. Não procede a informação de que Dilma Rousseff tenha “abandonado” o labrador Nego, que ganhou de José Dirceu em 2005. Ao lado dos outros cães de estimação da ex-presidenta – todos adotados: os labradores Boni, Galego e Princesa, além da cadelinha Fafá –, Nego foi amado por Dilma e sua família desde que passou a viver com ela em Brasília, nos tempos em que era ministra-chefe da Casa Civil.

    2. Animal de grande porte, com quase 1,70m, Nego tinha três anos de idade quando passou a viver com Dilma. Aos 14 anos, desde dezembro de 2015, vinha sofrendo. Além da idade avançada, foi diagnosticado pelo veterinário como portador de mielopatia degenerativa canina.

    3. Sob cuidados e orientação do médico-veterinário, Dilma prolongou ao máximo que pode o conforto e as necessidades de Nego. Há dois meses, o médico recomendou que fosse abreviado o sofrimento do cão, um dos prediletos de Dilma. Relutante, ela adiou a decisão até pouco antes de deixar o Palácio da Alvorada, na semana passada, e mudar-se para Porto Alegre.

    4. Dilma sempre teve amor por animais de estimação. Adotou Fafá quando percorria as ruas de Brasília em uma caminhada e encontrou a cadelinha abandonada no Lago Sul. A acolheu e passou a cuidar dela com amor, atenção e carinho. Fafá permanece com uma das tias da ex-presidenta, que a levou para Belo Horizonte, onde vai ficar até que Dilma a transfira para Porto Alegre, em novembro.

    5. Já a labradora Princesa está com o ex-marido de Dilma, o advogado Carlos Araújo, em Porto Alegre. Quanto aos outros cães – os labradores Boni e Galego – Dilma optou por deixá-los com amigos que vivem em Brasília, porque não havia como levar os dois para morar no apartamento que tem em Porto Alegre.

    ASSESSORIA DE IMPRENSA
    DILMA ROUSSEFF

Deixe uma resposta