Após aumento nos registros de armas, Mato Grosso do Sul reduz homicídios

De acordo com o Mapa da Violência divulgado pelo Governo Federal, o Mato Grosso do Sul é atualmente um dos estados com menores índices de violência. Em 2004 ocupava a 7ª colocação entre os estados no ranking de mortes por arma de fogo, em 2014, no entanto, passou para a 23ª posição.

O curioso é que MS é justamente um dos estados, hoje, que registra grande aumento da procura por registro de arma de fogo. Inclusive foi também o estado que menos participou da campanha de entrega de armas.

Em paralelo, entre 2004 e 2014, o número de registros novos de armas de fogo cresceu de 7 para 342 no Estado, um aumento de 4.785%, de acordo com dados da Polícia Federal, contrariando a tese central do desarmamento e até mesmo do levantamento Mapa da Violência, de que quanto mais armas, mais homicídios.

As causas para essa redução na taxa de homicídios são variáveis, mas o fato de que o estado registra um grande número de portes de arma prova que não há relação de causalidade entre cidadãos armados e violência urbana.

Anúncios

4 comentários sobre “Após aumento nos registros de armas, Mato Grosso do Sul reduz homicídios

  1. Não sei quem foi o imbecil que deu a ideia do desarmamento aposto que está pessoa deve ter seguranças e não tá nem aí para a população, lembro da época que se podia andar armado os vagabundos tinham mais respeito porque não sabiam o que poderiam encontrar, e além do mais se tiver que morrer morreremos com dignidade não acovardados sou completamente a favor do armamento estamos numa guerra com grande desvantagem , porque os bandidos tem acesso a armamento de última geração,eu concordaria se o desarmamento fosse para todos más infelizmente não é o que acontece.

  2. Um país, que o seu ” ” estado democrático constituido, não tem o menor respeito entre si, executivo,legislativo,judiciário, quebrando com seus atos em causa própria, a carta magna que os guia em sua trajetória de vida pública, em prejuizo àqueles que os sustentam, pagando suas remunerações desonestas vergonhosas, que os blindam de rubor na face; ainda acham que vamos acreditar, neste falso markheting de que vender armas de fogo, a uma população que não sequer sabe discernir entre a mão direita e a esquerda; OQUE É MAIS LETAL: UMA ARMA DE FOGO X UM CIDADÃO QUE NÃO TEM CONHECIMENTO DE SEUS DIREITOS DEMOCRATICOS E TAMBÉM NÃO SABER OPINAR DIANTE DAS URNAS = ESTADO PERDIDO+POLITICO CORRUPTO +ESTADO SEM RUMO = CAOS. SOLUÇÃO = FORÇAS ARMADAS JÁ.

Deixe uma resposta