“Sem-cargos” do PT vão atrás de boquinhas nas prefeituras

Após a queda definitiva de Dilma, o desespero assolou muitos dos petistas que foram demitidos de seus cargos comissionados. Para se dar um exemplo, o ex-ministro Luiz Dulci já está de olho em um cargo na prefeitura de Recife, ajudando o candidato João Paulo a se reeleger.

O PT tem exigido 10% dos salários destes comissionados caso assumam seus cargos, uma espécie de “dízimo”. Assim o partido, mesmo longe dos maiores cargos, ainda consegue ser um “empreendimento” rentável. É a maneira que acharam para conseguir manter seus privilégios, mas não se sabe o quanto isso vai durar.

Anúncios

Deixe uma resposta