TCU encontra graves irregularidades nos “presentes” de Lula e Dilma e manda devolver tudo

Conforme aponta O Antagonista, a auditoria do TCU identificou “graves irregularidades” no tratamento dado pelos golpistas Lula e Dilma aos presentes que receberam, durante o período em que estiveram no Planalto.

De acordo com o tribunal, o Decreto 4.344/02 determina que todos os presentes recebidos em cerimônias de troca de presentes, audiências de chefes de Estado, visitas e viagens oficiais devem ser incorporados ao patrimônio da Presidência… e não ao do ocupante do cargo. Exceções admitidas são poucas, como os presentes de uso “personalíssimo”, tais quais bonés, camisetas, perfumes, gravatas, chinelos e medalhas gravadas com o nome da pessoa.

O TCU lembra que os golpistas Lula e Dilma receberam um total de 1.073 presentes, enquanto ocupavam a presidência. Desse total, 361 foram considerados de uso pessoal. Os outros 712 foram incorporados ao patrimônio dos próprios. Deixaram para o país apenas os 15 restantes.

Por isso, o TCU determinou à Administração da Presidência e ao Gabinete Pessoal da Presidência que incorporem todos os documentos e presentes recebidos pelos ocupantes do cargo, desde a publicação do Decreto 4.344/2002. O tribunal estabeleceu um prazo de 120 dias para que os bens sejam devolvidos. Dilma deve devolver 144 itens. Lula, por sua vez, deve devolver 568 bens.

Anúncios

5 comentários sobre “TCU encontra graves irregularidades nos “presentes” de Lula e Dilma e manda devolver tudo

  1. Cento e vinte dias porque.??? Tem que devolver que ser, o mais rápido possível. Com esse dois, não tem que dar prazo. Ladrões larápios sem caráter, não da prazo. Tem que devolver, o que roubaram, e pronto…

Deixe uma resposta