Polícia de SP pede prisão de mulher que teria lançado falsa acusação de estupro contra Feliciano

Conforme reconhece o site Coluna Esplanada (do UOL), Patrícia Lélis – que alega ser jornalista – teve sua prisão preventiva requisitada. O inquérito foi concluído pelo delegado substituto de Luiz Roberto Hellmeister, do 3º DP, que ainda está de licença médica após ter sofrido um infarto. A Justiça avalia o pedido.

Patrícia é acusada de ter feito uma falsa acusação de estupro sobre o deputado. Ela também teria extorquido o assessor de Feliciano, Talma Bauer, que negociava com ela R$ 50 mil por seu silêncio. Segundo o delegado Hellmeister, Bauer também foi vítima de extorsão. No inquérito, a Polícia afirma que a garota possui traços de mitomania. Em laudo oficial da Polícia Civil de Brasília, são citados traços depressivos, de comportamento controverso e de convívio antissocial.

O caso de SP ainda segue, com a denúncia feita em Brasília contra o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP). Ela o acusa de agressão, assédio sexual e tentativa de estupro. O deputado desmontou as alegações, comprovando que durante a manhã do dia 15 de junho (data na qual o ataque teria ocorrido) ele estava no Ministério do Trabalho e depois em reunião de líderes com o presidente da República, Michel Temer.

Mesmo com tantas contradições, Patrícia Lélis foi utilizada para que a extrema-esquerda emitisse narrativas contra Feliciano. Algumas fontes sugerem que o objetivo era atacar o responsável pela CPI da UNE.

A propagação das narrativas se iniciou com o jornalista Leandro Mazzini, do Coluna Esplanada, que deu espaço de arena à garota (mesmo sem ter comprovação das acusações), o que viralizou e causou danos à imagem do deputado. O UOL, que hospeda o site de Leandro Mazzini e é considerado um dos órgãos de mídia mais favoráveis à agenda da extrema-esquerda na atualidade (sem contar os blogs petistas, claro), teria recebido mais de R$ 225 milhões do governo petista, na forma de verbas estatais de anúncios.

Anúncios

3 comentários sobre “Polícia de SP pede prisão de mulher que teria lançado falsa acusação de estupro contra Feliciano

  1. Nunca li tanta merda num post só: ??????? Quem acompanhou a série de reportagens com o mínimo de inteligência percebe que a Coluna Esplanada noticiou ouvindo todos os envolvidos e ou citando suas defesas, da primeira à mais recente matéria. Do mesmo modo que a Coluna publicou a denúncia da garota, com evidências apresentadas – print e o áudio comprometedor em que o chefe de gabinete pede que esqueça tudo – também fomos os primeiros a denunciar que ela negociava o seu silêncio por muito dinheiro.

    Seu texto e sua visão tendenciosos só desqualificam este site. Lamento

    LM

Deixe uma resposta