Justiça proibe uso da UFRJ debate enviesado (só com gente do PT e PCdoB) em época de eleições

Conforme diz o jornalista Fernando Rodrigues, da Folha, o juiz Marcelo Oliveira da Silva, da 123ª Zona Eleitoral, concedeu liminar (decisão provisória) na tarde desta terça (6) proibindo a realização de um suposto debate na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. O evento contaria apenas com a participação de deputados do PT e do PCdoB. A razão da proibição é a presença de candidatos de apenas uma única coligação entre as que disputam as eleições municipais na capital fluminense.

O juiz entendeu, corretamente, que a ausência de outros concorrentes implica em ”conotação exclusiva de manifestação política eleitoreira”, o que é vedado em locais sob responsabilidade da administração pública: ”O debate exigirá sempre a ideia de contraposição de pensamento, ou seja, é um modelo de contestação baseado na argumentação onde duas, ou mais, ideias conflitantes são defendidas ou criticadas com base em argumentos”, escreve o juiz em sua decisão.

Todos os convidados integram a coligação ”Rio em Comum”, formada por PC do B e PT. Falariam no evento a convite do Diretório Central dos Estudantes da Unirio. Participariam da mesa a candidata do PCdoB à prefeitura do Rio, Jandira Feghali; os candidatos a vereador Vivi CDD (PC do B) e Mitã Chalfun (PT); e Leonardo Guimarães, presidente da UEE-RJ (União Estadual dos Estudantes do Rio de Janeiro) e filiado ao PCdoB. O debate ocorreria nesta terça às 18 hrs. Se a determinação não for cumprida, cada participante pagará multa de R$ 20 mil.

A representação eleitoral contra o debate na Unirio foi apresentada pelo candidato a vereador Pedro Duarte (PSDB) na tarde de segunda (5). Ele disse:”Meu objetivo com essa representação é a busca pela isonomia e igualdade entre os candidatos como dita a Constituição e a legislação eleitoral. [Os candidatos] Não podem se valer do aparelhamento do movimento estudantil de universidade para realizar comícios em vez de debates”, disse o candidato a vereador pelo PSDB.

O uso de espaço público para propaganda partidária coloca em xeque a legislação que proibe o financiamento empresarial de campanhas. Enquanto existe limitação de verbas de empresas, o dinheiro estatal segue sendo utilizado para fins partidários.

Anúncios

6 comentários sobre “Justiça proibe uso da UFRJ debate enviesado (só com gente do PT e PCdoB) em época de eleições

    1. Infelizmente, esses prefessores que insentivam essa doutrinação, se acham intelectulizados, mas são meros pseudointelectulóides de terceira categoria, porque se fazem de cegos e surdos diante das inúmeras provas históricas de tantos malefícios ao povo e crimes hediondos, que o regime comunista provocou e provoca no pobre povo que vive sob seu julgo. É só ter um pouquinho de inteligência e ler sobre a história do mundo comunista que assassinou muito mais gente que todas as guerras mundias juntas e sobre os países que ainda prevalecem o comunismo, destruidores e tirânicos (vide sua expressão máxima no “paraíso” da Coréia do Norte). Ora, vão pra Cuba cortar cana, vão pra Venezuela lutar por um papel higiênico, vão pra Rússia que se desmoronou diante deste regime, vão pra China e vejam que até lá eles abriram as portas ao Capitalismo (que não é o regime ideal, mas pelo menos o povo é livre pra pensar o que quiser sem ser preso, e fuzilado), vão pra Coréia do Norte onde famílias inteiras são condenadas a trabalhos forçados nos campos de concentração, apenas por discordar da tirania comunista! Ora, senhores professores (os comunistas) da UFRJ, vão plantar batatas!

  1. Marcio Messias Soares – Sua colocação é perfeita e estendo afirmando que provedores politicos e financeiros, interessados em uma situação continuada que lhes permita manter o atual estado de ganhos sem trabalho, ou esforços, diferentemente da população, continuam fazendo dos centros universitários, maleáveis a idéias e sonhos puristas, no estado da arte em detalhismos poéticos de igualdade, soldados zumbis de suas causas que garantem o Céu a esta legião de sábios e justos alunos. Este monte de gente, inexperientes, sem malicia, sem visão dos processos em sua maioria, lutam e brigam por estes ideais a partir dos pacotinhos prontos de idéias de mais velhos, sacanas mesmo, que os enganam descaradamente. Métodos e metodologias utilizados largamente na população mais modesta no oriente médio pelos terroristas locais e alguns nossos daqui que usam Rolex.

Deixe uma resposta