Citada 72 vezes por um delator, Dilma será investigada por Moro

Esta é a informação do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder, que lembra que a golpista Dilma no momento está sem foro privilegiado e, portanto, sujeita agora ao juiz Sérgio Moro, até há pouco impedido de investigá-la.

Ela foi citada gravemente por 11 delatores da Lava Jato, incluindo seu ex-líder do Governo no Senado, Delcídio Amaral, que a denunciou por 72 vezes. Fontes apontam que a delação de Delcídio deve complicá-la de vez.

Humberto lembra que o  artigo 86 da Constituição determina que só se pode investigar Presidente por crime cometido no mandato. Esse impedimento caiu.

Em termos de denúncias feitas em delações, a golpista Dilma só perde para Lula, com 136 referências de delatores, especialmente por causa de revelações das safadezas investigadas pela Lava Jato.

A ex-presidente golpista foi denunciada por duas vezes, no Supremo Tribunal Federal, pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Janot denunciou Dilma por obstrução à Justiça, ao nomear Lula e até um ministro para o STJ muito suspeito de também obstruir a Justiça.

Anúncios

7 comentários sobre “Citada 72 vezes por um delator, Dilma será investigada por Moro

  1. Golpista? A Dilma? Kkkkkkk. Vvs ni fazem rir. Vcs devem see da Prava é Nossa. ..kkkkkk. Arranje um outro adjetivo. Seja criativo Golpistas. Golpitas são vcs que não entendem de Democracia, Lei, Constituição. Vcs são verdadeiros golpistas. Já está muito claro da forçada tentativa de incriminar o Lula e a Dilma. Todos vcs seguidores dos golpistas e eles tbem têm muito medo de 2018 e deste que tbem. Abutres. Noticia aí que o cunha e a cambada dele estão soltos. Eles sim roubaram e.muiro e vcs estão pianinho. Avise a esse tal de cláudio Himberro, seu parceiirim

  2. Isso é o exemplo do uso antiético do jornalismo. Por que Dilma é chamada de golpista?
    Isso ele não explica. Tipo de leitura que não se prossegue além das primeiras linhas.

Deixe uma resposta