Duque viria com tudo para delatar propinas de Lula e com “meios para provar”

De acordo com o Antagonista, Renato Duque está prestes a fechar um acordo de delação com a força-tarefa de Curitiba e disse ter “meios para provar” que as reuniões para discutir propina aconteceram.

Segundo o ex-diretor da Petrobras, as conversas eram costumeiras e periódicas. Nelas se discutia o financiamento do PT com recursos desviados da estatal.

O jornal lembra que Duque já prestou informações escritas aos investigadores por meio de anexos elaborados por seus advogados.

O material é considerado relevante. Outros anexos de informações serão entregues aos procuradores da força-tarefa a partir do dia 8 de setembro.

 

Anúncios

Deixe uma resposta