Para fugir de Moro, Dilma já teria duas opções para obter cargo

As notícias não param de chegar, mostrando que o golpe do impeachment “fatiado” é uma das páginas mais vergonhosas da política nacional.

Como se sabe, aliados de Dilma costuraram um acordo com Renan Calheiros e Ricardo Lewandowski para manter os direitos políticos da golpista afastada. A ideia foi permitir que ela ocupasse cargos públicos para conseguir fugir de Sérgio Moro. O mesmo pretexto poderia ser utilizado por Renan Calheiros e Eduardo Cunha caso fossem cassados.

Agora, surgem rumores (fortíssimos) de que Dilma já tem duas opções de secretarias. A primeira opção estaria com Fernando Pimentel em Minas Gerais e a segunda com Rui Costa, parceiro de Jacques Wagner, na Bahia.

A ideia seria nomear Dilma para uma secretaria, dando imediatamente a ela o foro privilegiado. Há quem diga que Dilma já assinou uma dessas nomeações, mas estão mantendo o golpe em sigilo para evitar protestos, como aqueles que aconteceram quando ela nomeou Lula como ministro da Casa Civil.

Anúncios

4 comentários sobre “Para fugir de Moro, Dilma já teria duas opções para obter cargo

  1. Ou os poderes judiciários são as matrizes da corrupção ou alguém com peito forte vai ter que por um fim nestes bandidos que acham que este país é propriedade única e exclusiva desta facção. Se for preciso o povo terá que ir às ruas e mudar o judiciário

  2. A vida dá muitas voltas. Quem diria?
    É pra quem se humilhou com o discurso de aliadas, pedindo misericórdia pra q votassem pra que a amiga pudesse dar aulas, pra se aposentar com 5 mil??
    Ou o do grisalhão dizendo, precisaremos conviver depois de tudo aqui!
    Ou o maestro da virada, alçando a carta magna em sua mão e pedindo pra não se dar o coice depois da queda.
    Afinal, o que é a constituição brasileira?…
    Fico na palavra e comentário do Gilmar! ……B I Z A R R O,,,!,,,,!

Deixe uma resposta