Marina finge questionar golpe da elegibilidade de Dilma que seu partido requisitou

A ex-senadora e ex-ministra do PT, Marina Silva, mostrando que é realmente como as melancias (verde por fora e vermelha por dentro), fingiu contestar a medida que livrou Dilma Rousseff da morte política ontem, no Senado, como informa O Antagonista.

O fatiamento da votação, que permitiu que a petista fosse cassada mas manteve seus direitos políticos, na realidade partiu de um pedido feito por ninguém menos do que o senador Randolfe Rodrigues, ex-integrante do PSOL e atual membro da REDE, o partido de Marina.

Em verdade, Marina sempre teve o hábito de fingir mudanças de postura e continuar, nos bastidores, defendendo as mesmíssimas ideias. Nada de surpreendente.

Anúncios

Um comentário sobre “Marina finge questionar golpe da elegibilidade de Dilma que seu partido requisitou

Deixe uma resposta