Estados Unidos garantem: processo legal de impeachment seguiu a Constituição

Conforme o Estadão, o governo dos Estados Unidos está confiante que a “forte relação bilateral” entre Washington e o Brasil vai prosseguir após o impedimento da golpista Dilma Rousseff, definido na tarde desta quarta-feira, 31, em votação no Senado, de acordo com um porta-voz do Departamento de Estado.

“Temos visto reportagens de que o Senado brasileiro, em acordo com a ferramenta da Constituição do país, votou para remover a presidente Dilma Rousseff do poder”, afirma o porta-voz do Departamento de Estado, John Kirby, em um comunicado à imprensa. “Estamos confiantes que vamos continuar o forte relacionamento bilateral que existe entre os dois países.”

Assinada por Kirby, a nota destaca que Brasil e EUA são as duas maiores democracias e economias do Hemisfério e ambos os países estão comprometidos com parcerias. “Os EUA cooperam com o Brasil para resolver questões de mútuo interesse entre as duas partes e os desafios globais mais prementes. Planejamentos continuar com essa colaboração essencial.”

Enquanto nações civilizadas reconhecem a legalidade do processo legal de impeachment, ditaduras bolivarianas – como Cuba, Bolivia, Equador e Venezuela – entraram em surto histérico.

Anúncios

2 comentários sobre “Estados Unidos garantem: processo legal de impeachment seguiu a Constituição

  1. Rasgaram a constituição e ainda ameaçaram anular o processo de processo de impeachment se a acusação se manifestasse. E o povo é claro, aceita tudo sem pensar no que isso representa para a nação. Se o povo se calar diante disso e não pedir a inabilidade de Dilma nas ruas, temo pelo Brasil, será a facada final. É como se eles dissessem : “o Brasil é nosso e vocês não podem fazer nada, nada pode parar o processo de “socialização” do país, nada nos tira do poder.” É uma mensagem clara. Se vocês contestarem a nossa decisão, anularemos o processo do impeachment no Senado, se aceitarem, nós faremos ela voltar ao governo burlando a Lei da ficha Limpa. Isso não é nada para alguém que fatiou e quebrou a constituição.

Deixe uma resposta