Requião queria chegar à presidência, mas tomou surra de votos de Temer: 84% a 14%

O senador golpista Roberto Requião é um bolivariano retinto, embora ainda pertença ao PMDB, ainda que possua narrativas mais adequadas ao PT e o PCdoB.

Conforme lembra a Veja, ele tinha a intenção de se candidatar à presidência em 2010. No fim das contas, Temer acabou sendo escolhido para ser vice na chapa encabeçada por Dilma Rousseff.

O presidente em exercício recebeu 84% dos votos dos convencionais peemedebistas, contra 14,3% dos votos no projeto presidencial de Requião. A ele restou restou se candidatar a uma das duas vagas para senador disponíveis à época no estado. Foi eleito ao lado de outra golpista, a petista Gleisi Hoffmann.

Nesta terça-feira (30), Requião ameaçou o povo brasileiro de “guerra civil”, mas não explicou se ele vai pegar em armas ou mesmo quem o fará.

Anúncios

Um comentário sobre “Requião queria chegar à presidência, mas tomou surra de votos de Temer: 84% a 14%

Deixe uma resposta