Miguel Reale expõe as entranhas do crime de golpe fiscal de Dilma

O jurista Miguel Reale Jr., um dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, ataca a narrativa golpista do PT sobre o impeachment.

“Como não há crime de responsabilidade? Há, sim. Há cadáver e há mau cheiro desse cadáver. O crime está inicialmente em se ter utilizado os bancos oficiais para financiar o Tesouro”, disse o professor, que é especialista na área.

Anúncios

Um comentário sobre “Miguel Reale expõe as entranhas do crime de golpe fiscal de Dilma

Deixe uma resposta