Discurso de Janaína Paschoal esmaga narrativa de “golpe”

O discurso feito por Janaína Paschoal na manhã de hoje, no Senado, em ocasião do julgamento final de Dilma Rousseff, esmagou completamente a narrativa de golpe parlamentar adotada pelo PT.

A docente da USP, especialista em Direito e autora do pedido de impeachment, explicou de modo claro como o discurso petista de que Eduardo Cunha teria “viciado o processo” desde o começo é uma mentira deslavada. Ela lembrou que Cunha, na realidade, trabalhou em prol do PT durante muito tempo, e que até mesmo no fim de 2015 ele ainda ajudava o partido a escapar da Lava-Jato.

Além disso, ela expôs que o peemedebista, na condição de presidente da Câmara, não tinha o poder de mexer nos detalhes do processo. A ele coube somente acatar ou não a denúncia, que partiu de três grandes e reconhecidos especialistas em direito.

Janaína reforçou, ainda, que o verdadeiro golpe foi feito por Dilma e seus aliados, que levaram para veículos estrangeiros de imprensa diversas mentiras sobre as reais causas do processo de impeachment. “Eles não explicaram para os estrangeiros que a causa do impeachment é a fraude da qual o povo brasileiro foi vítima”, disse a doutora.

Segundo a professora, o PT também mentiu ao se utilizar parcialmente do parecer do procurador Ivan Marx fingindo que ele inocentava Dilma Rousseff, quando na realidade o parecer a criminalizava ainda mais. Ivan Marx deixou claro em seu parecer que, na realidade, Dilma cometeu crime de improbidade administrativa e fraude eleitoral.

“O PT é coerente ao achar que esse processo é golpe, já que eles foram contra a Lei de Responsabilidade Fiscal. Eles foram contra a Constituição, nosso processo é pautado na Constituição. Eles são coerentes dentro de sua incoerência”, disse Janaína.

Paschoal deixou claro que os verdadeiros golpistas são os petistas e seus poucos aliados, que insistem em continuar em uma narrativa forjada e sem embasamento algum. Ela expôs a farsa dos petistas que a acusaram de ter se encontrado com testemunhas, o que é mentira, já que ela nem mesmo aceitou se hospedar no mesmo hotel, diferentemente de Lula que, de forma escancarada, se encontra com testemunhas e senadores há meses na esperança de reverter o processo.

Para Janaína, o verdadeiro golpe foi do PT contra a população do país.

Acompanhe a sessão ao vivo: Clique aqui.

Anúncios

2 comentários sobre “Discurso de Janaína Paschoal esmaga narrativa de “golpe”

  1. A saída de Dilma , Lula, PT-PC do B e ouros partidos de coligação, é pouco. O que realmente  precisamos  é de uma Reforma Política, acabando  com TODAS as Legendas Partidárias e autorizando apenas 3 legendas(no máximo) sem coligação e que cada Partido apresente pelo menos 4 Candidatos e seus Vices para os cargos Executivos Federal, Estadual e Municipal, mandar que eles façam suas propostas de governo, para o povo escolher 1 e seu vice. Não ter 2o Turno e não ter  reeleição. Resumindo, adotem o Sistema de Eleições Americana, que é o Pais mais Democrático que conheço e não precisa de 43 Partidos.Helder Lima

Deixe uma resposta