Depoimento da golpista Dilma “consagrou impeachment”, diz Lira

Como diz o Diário do Poder, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) ressaltou, nesta terça-feira (30) a comprovação de crime de responsabilidade fiscal cometido pela presidente afastada golpista Dilma Rousseff. “O processo, a partir dos trabalhos da Comissão Especial do Impeachment, seguiu rigorosamente o que está previsto na Constituição”, disse , em entrevista exclusiva ao Diário do Poder. “O processo é absolutamente legal e completo do ponto de vista jurídico”.

De acordo com o presidente da comissão especial, a presença da golpista Dilma, que discursou ontem no plenário do Senado, foi importante sobre dois aspectos. “Primeiro, ela exerceu o direito constitucional de vir e fazer a sua própria defesa. Segundo, ela consagrou, reconheceu e avalizou de forma definitiva que o processo de impeachment é absolutamente legal”.

Questionado sobre a narrativa petista de que “há um golpe”, ventilado pela defesa de Dilma, o senador o demoliu: “Essa palavra não cabe, foi apenas um marketing político que foi usado para enfraquecer o processo, mas, em nenhum momento, ele teve força suficiente para conter o processo jurídico e político do impeachment”.

Com a vivência de quem testemunhou o processo de impeachment do ex-presidente Fernando Collor, Lira está otimista e acredita que o governo Temer será um governo de transição que vai pacificar o país do ponto de vista político, social e econômico. “Ele (Michel Temer) vai entregar ao novo presidente um país melhor do que temos hoje”, encerra.

Anúncios

4 comentários sobre “Depoimento da golpista Dilma “consagrou impeachment”, diz Lira

Deixe uma resposta