Manifestação com Lula fracassa em Niterói

O ex-presidente Lula passou por mais um constrangimento no último dia 25, quando participou de um ato “em defesa da Petrobras, da indústria naval e pela geração de empregos” no estaleiro Mauá em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. Os organizadores do evento, incluindo a  Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o prefeito de Maricá, Washington Quaquá, do PT, haviam garantido a Lula a presença de pelo menos 8 mil pessoas.

Mas quando o petista chegou ao local, se deparou com uma plateia de apenas 500 pessoas que vieram de Vitória, Belo Horizonte e Volta Redonda em 15 ônibus alugados pelos sindicatos e uma outra pequena turma trazida de Maricá pelo prefeito do PT, Quaquá. Não havia no local praticamente nenhum ex-funcionário do estaleiro falido ou mesmo moradores da região. Fotógrafo oficial de Lula teve dificuldade em encontrar um ângulo que mostrasse a “multidão”.

Lula falou por apenas 20 minutos alegando imposições de seu médico, que teria lhe recomendado “poupar” a garganta. Mal encerrou sua fala e os manifestantes lhe voltaram as costas, se apressaram em recolher as bandeiras e se dirigiram em direção aos ônibus estacionados nas ruas próximas. Logo começou uma confusão, principalmente nos veículos que iam para Maricá. Os cabos eleitorais correram para embarcar primeiro, e muitos ônibus partiram superlotados, com pessoas de pé. Lula foi-se embora num carro escuro.Constrangido diante do pequeno público, todos remunerados, Lula começou seu discurso reclamando da garganta. Mas logo em seguida, alguém gritou que “a água chegou” e praticamente todos os presentes deixaram o ex-presidente falando sozinho para pegar ao menos um copo da água que estava sendo distribuída perto do palanque.

Com informações da revista Época.

Anúncios

Um comentário sobre “Manifestação com Lula fracassa em Niterói

Deixe uma resposta para Vera Lucia Cancelar resposta