Dilma constrange o PT ao lembrar que o partido votou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal

Em sua resposta ao senador Antonio Anastasia, a presidente afastada Dilma Rousseff constrangeu o Partido dos Trabalhadores ao lembrar que o partido votou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal durante o governo de Fernando Henrique Cardozo.

A Lei de Responsabilidade Fiscal determina que os governos não podem gastar além das possibilidades e do que é previsto pelo orçamento, justamente o que Dilma fez nas pedaladas fiscais. A intenção é justamente evitar que medidas eleitoreiras provoquem danos irreversíveis ao Estado – danos que de uma maneira ou de outra irão causar desemprego, fuga de capitais e recessão econômica.

No caso de Dilma, tudo o que tem dito até agora pelo partido e linhas auxiliares é que o partido defende a Lei de Responsabilidade Fiscal e que jamais reprovariam a lei, mas a própria presidente fez questão de lembrar que o PT acredita no contrário, de que governos podem gastar o quanto quiserem. Considerando a posição atual de Dilma dentro do Partido, é certo que ela levará um puxão de orelha após essa fala desastrada.

Anúncios

Um comentário sobre “Dilma constrange o PT ao lembrar que o partido votou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal

Deixe uma resposta