Dilma chama seus ex-aliados de “ultraconservadores”

Em meio a diversas mentiras e meias verdades, o discurso de Dilma é apenas uma resumo daquilo que a narrativa petista defende há meses. Há poucos minutos, no entanto, a presidente afastada passou do ponto ao chamar seus recentes ex-aliados de “ultraconservadores”, em tom pejorativo.

A questão é que Renan Calheiros, presidente do Senado, e até mesmo o presidente interino Michel Temer, ambos do PMDB, até pouco tempo atrás estavam na base do governo de Dilma Rousseff, eram membros de uma mesma equipe. Se estes indivíduos são “ultraconservadores”, a pergunta que não pode deixar de ser feita é: Por que Dilma buscou se aliar com eles?

A resposta é simples: Ela precisava do PMDB para vencer, sem isso teria perdido para Aécio Neves, talvez tivesse perdido até para José Serra, lá em 2010.

Acompanhe ao vivo: clique aqui.

Anúncios

Um comentário sobre “Dilma chama seus ex-aliados de “ultraconservadores”

Deixe uma resposta