Narrativa da “vítima” pode servir para Dilma tentar fugir da cadeia após impeachment

Conforme diz a IstoÉ, “no derradeiro ato da saga de destruição deixada por Dilma o País ainda terá de assistir ao seu repisar de delírios”.

Nesta segunda, 29, ela vai ao Parlamento para dar, de novo, sua versão dos fatos no qual ela é uma “vítima de golpistas”. Evidentemente, ela estará “na tribuna do Senado para discursar livremente, sem coações ou perseguições, em sessão dirigida pelo presidente do Supremo Tribunal, compondo lado a lado com os demais chefes dos três poderes – após esgotadas inúmeras fases de apelações e arguições de seus defensores. Tudo dentro dos ritos da lei e do estado democrático de direito.”

Agora se busca estudar como Dilma pode estar fazendo um papel tão ridículo de criar uma fantasia na qual é apenas uma “vítima”?

Algumas fontes já discutem que a presidente afastada, já conformada com o impeachment, sabe que possui grandes chances de ir para a prisão nos próximos meses. O choro vitimista seria uma forma de tentar constranger os investigadores. A ver.

Anúncios

3 comentários sobre “Narrativa da “vítima” pode servir para Dilma tentar fugir da cadeia após impeachment

  1. SINCERAMENTE NINGUEM AGUENTA MAIS ESSES POLITICOS TEM QUE RETIRAR URGENTE TODOS DE BRASÍLIA FAZER UMA GRANDE LIMPEZA.FAZEREM ELES DEVOLVEREM TODA GRANA DDEIXÁ-LOS SEM BENS NENHUM SEREM PRESOS ISSO SIM

Deixe uma resposta